Consultor Jurídico

Entrevistas

Modelo de privatização

Brasil está na contramão do mundo ao privatizar gestão dos presídios

Por 

Com a terceira população carcerária do mundo, o Brasil caminha na contramão do mundo quando se trata de presídios. Quem afirma é o defensor público de São Paulo Leonardo Biagioni, ao tratar sobre o modelo de privatização da gestão dos presídios.

A discussão voltou à tona em janeiro deste ano, quando o governador João Doria (PSDB) anunciou que a privatização dos presídios deve valer para os novos prédios construídos no estado com parcerias público-privadas (PPPs).

"Os Estados Unidos têm diminuído a privatização das unidades prisionais, voltando ao modelo público inclusive porque foram vários casos de corrupção dentro do sistema", disse, durante entrevista ao programa Jusbrasil Entrevista.

Biagioni é coordenador do Núcleo Especializado de Situação Carcerária de São Paulo, e falou sobre a diferença entre um presídio privado e um em Parceria Público-Privada (PPP) e seus impactos. 

Veja a entrevista completa abaixo:

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 19 de setembro de 2019, 17h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.