Consultor Jurídico

Notícias

Nova composição

Ministros Villas Bôas Cueva e Marco Aurélio Bellizze tomam posse no CJF

Os ministros do Superior Tribunal de Justiça Villas Bôas Cueva e Marco Aurélio Bellizze tomaram posse como membros efetivo e suplente, respectivamente, do Conselho da Justiça Federal para o biênio 2019-2021.

Ministros Villas Bôas Cueva e Marco Aurélio Bellizze tomam posse no CJF como membros efetivo e suplente, respectivamente Reprodução CJF

O presidente do CJF, ministro João Otávio de Noronha, cumprimentou os novos colegas, ressaltando a honra e satisfação em recebê-los no Conselho.

Ao ministro Villas Bôas Cueva, Noronha disse que o magistrado traz em sua bagagem “uma sólida e versátil experiência profissional, ancorada em uma formação acadêmica robusta”.

“O ministro Cueva traz toda a soma de experiência que auxiliará este Conselho no cumprimento da missão constitucional de realizar a supervisão administrativa e orçamentaria da Justiça Federal, como órgão central do sistema. Contamos com sua notória capacidade de trabalho, grande sabedoria e sensibilidade jurídica, para que nesse ambiente fraterno consigamos continuar com passos firmes a nossa tarefa de administração judiciaria, zelando pela adequada estrutura e tranquilo funcionamento da Justiça Federal e dando as diretrizes necessárias para que servidores e magistrados possam exercer, de forma satisfatória, suas relevantes atribuições”.

Saudando o ministro Bellizze, o presidente do CJF mencionou a alegria de contar com a presença do magistrado pela primeira vez no Conselho como suplente, em razão da ausência justificada da ministra Isabel Gallotti. “Ministro Marco Aurélio Bellizze, seja bem-vindo ao Conselho da Justiça Federal. Tenho certeza de que sua presença engrandecerá as decisões deste Colegiado. Sinto-me honrado em receber dois grandes amigos. Temos aqui uma plêiade de ministros que simbolizam uma relação de amizade e de profunda admiração. Os colegas muito contribuirão para o bom êxito das decisões deste Conselho”, concluiu Noronha. Com informações da assessoria de imprensa do CJF.

Revista Consultor Jurídico, 12 de novembro de 2019, 11h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/11/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.