Consultor Jurídico

Notícias

No limite

Para evitar aumento de despesas, TJ-SP não empossará 82 servidores já nomeados

Por 

O Tribunal de Justiça de São Paulo informou nesta quinta-feira (18/7) que não empossará 82 servidores nomeados para os cargos de escrevente técnico judiciário e psicológico judiciário. A medida, segundo a corte, visa cumprir o disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal, artigo 22, incisos III e IV, que veda o aumento de despesas com a criação ou provimento de cargos.

TJ-SP não empossará 82 servidores já nomeados para evitar aumento de despesas com pessoal
Reprodução

Em comunicado assinado pelo presidente, desembargador Manoel Pereira Calças, a corte afirmou ter recebido um alerta do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo no dia 24 de junho. Nele, o TCE informou que a despesa total com pessoal do TJ-SP atingiu 5,77% da receita corrente líquida do estado.

Diante disso, o TJ-SP decidiu que os 82 nomeados não poderão ser empossados. Sindicatos que representam os servidores do Judiciário paulista vêm reclamando de sobrecarga de trabalho, o que, segundo a categoria, prejudica o atendimento jurisdicional ao público.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 18 de julho de 2019, 10h16

Comentários de leitores

5 comentários

Quanto pior, melhor!

Karlos Lima (Oficial de Justiça)

Alerta!
Desmanche do setor público em beneficio do setor privado.
Aparelhamento dos meios produtivos pelo eletrônico em detrimento do humano.

Crise anunciada

Benedito Araújo (Advogado Autônomo - Administrativa)

Pois é. Os juízes se auto-beneficiam tanto nos "vencimentos" (acima do permitido pela Constituição Federal, inclusive) que realmente não sobra o suficiente para repor mão de obra nos cartórios. É a crise anunciada essa negativa de posse aos concursados. Que falta de visão administrativa ! Que falta de responsabilidade ! Ainda bem que o CNJ e o TCE intervêem. De vez em quando, diga-se.

TJSP

O IDEÓLOGO (Outros)

Enquanto isso, tem o famigerado acordo com Microsoft, em que bilhões serão destinados ao "aperfeiçoamento do sistema eletrônico".
Necessidades públicas, interesses privados.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 26/07/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.