Consultor Jurídico

Notícias

2020-2022

Renata Gil toma posse como primeira mulher presidente da AMB

Por 

Renata Gil é a nova presidente da AMB
AMB

Renata Gil, juíza do Rio de Janeiro, é a nova presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Ela e os membros dos Conselhos Executivo e Fiscal tomaram posse nesta quarta-feira (11/12), em solenidade no Superior Tribunal de Justiça.

Renata foi presidente da Associação de Magistrados do Rio de Janeiro (Amaerj) e venceu a eleição, em novembro, com quase 80% dos votos para o triênio 2020-2022, tornando-se a primeira mulher a presidir a associação federal.

Com ela, tomou posse Fernando Bartoletti, atual presidente da Apamagis (Associação Paulista de Magistrados). A AMB tem 70 anos de existência e reúne 14 mil magistrados em todo o país. 

Fizeram parte da mesa do evento, além de Jayme de Oliveira, ex-presidente da AMB, e Renata Gil, os ministros Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, corregedor nacional de Justiça, Francisco Camelo, do Superior Tribunal Militar (STM); o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o subprocurador da República, Carlos Vilhena, e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil,  Felipe Santa Cruz.

Outros ministros do STF também compareceram: Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Luís Roberto Barroso e Ricardo Lewandowski. Do STJ, os ministros Luís Felipe Salomão, Antonio Saldanha , Marco Aurélio Belizze, Ribeiro Dantas, Raul Araujo e Paulo de Tarso Sansaverino.

Também prestigiaram a posse Henrique Ávila, conselheiro do CNJ, Fernando Mendes, presidente da Ajufe, os advogados Carlos José Santos da Silva, o Cajé, Alberto Pavie Ribeiro, Juliano Marques entre outros.

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 11 de dezembro de 2019, 20h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/12/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.