Consultor Jurídico

Notícias

Proteção de dados

Projeto de lei busca criar parâmetros para decisões automatizadas na LGPD

Por 

O senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) apresentou um projeto que visa alterar a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A proposição visa definir a expressão “decisão automatizada” na legislação.

Projeto busca criar parâmetros para decisões automatizadas.
Reprodução

O Projeto de Lei 4.496 já está sendo analisado pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação. Comunicação e Informática do Senado. O texto alega que “apesar dos inquestionáveis avanços trazidos pela LGPD, a questão do tratamento de dados para decisões automatizadas, abordada no artigo 20, carece de aperfeiçoamentos para dar ao comando legal a efetividade necessária”.

O autor do projeto argumenta que as formas de se tomar “decisões automatizadas” são diversas e é preciso incluir técnicas sofisticadas de “machine learning” e “inteligência artificial” no texto da lei.

 A medida serviria para garantir o direito do cidadão a ter “informações claras e adequadas a respeito dos critérios e dos procedimentos utilizados para a decisão automatizada”.

Para o autor da PL, os responsáveis pelo tratamento de dados não fornecem esclarecimentos apropriados para decisões baseadas em técnicas de inteligência artificial ou de outras “igualmente” complexas. 

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 24 de agosto de 2019, 16h05

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/09/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.