Consultor Jurídico

Notícias

Desconstrução das instituições

"Lava jato passa como trator sobre a Constituição", diz advogado

"A lava jato tem passado como um trator sobre a Constituição e sobre o direito de defesa". A afirmação é do advogado Marcelo Nobre, que já integrou o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, ele disse estar  muito preocupado com o futuro da democracia no Brasil.

Para o advogado Marcelo Nobre, jovens ingressam em carreiras do Judiciário para fazer política. 

"Se as instituições ficarem submissas a essas pessoas que se acham acima da lei, a gente acaba com a democracia no país", disse Nobre. O advogado afirma que o ataque à democracia no Brasil se dá pela desconstrução das instituições. "Juízes de primeira instância estão esculachando o Judiciário. E isso afronta a democracia."

Nobre critica duramente as prisões preventivas que vem sendo decretadas, em sua análise, sem nenhuma justificativa. "O ato de se prender alguém virou um ato de vontade, não de direito. Voltamos para a arena romana. A prisão do Temer, como a de tantos outros, se enquadra nessa questão de decisão como um ato de vontade, e não como um ato de direito. Quais foram os motivos para a prisão do Temer?"

O advogado teoriza que a política passou a ser desacreditada no Brasil. Por isso, os jovens que gostariam de ir para a política ficaram desorientados e então entraram na Polícia Federal, no Ministério Público e na magistratura. "E foram fazer política lá! Mas fazer política nesses cargos é complicado".

Marcelo Nobre reconhece os avanços da "lava jato", mas diz que muita coisa foi feita de forma contrária ao que diz a Constituição. 

Revista Consultor Jurídico, 4 de abril de 2019, 15h09

Comentários de leitores

1 comentário

Óbvio

Jotape (Cartorário)

Quem esperava uma declaração de um advogado criminalista? Essa tese de defesa é das mais frequentes possíveis.

Comentários encerrados em 12/04/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.