Consultor Jurídico

Notícias

Jurisprudência em Teses

STJ divulga entendimento sobre dissolução da sociedade conjugal e da união estável

O Superior Tribunal de Justiça divulgou, nesta quarta-feira (31/10), a edição 113 de Jurisprudência em Teses, que aborda a dissolução da sociedade conjugal e da união estável.

Foram destacadas duas teses. A primeira aponta que as verbas de natureza trabalhista nascidas e pleiteadas na constância da união estável, ou do casamento celebrado sob o regime da comunhão parcial ou universal de bens, integram o patrimônio comum do casal, sendo objeto de partilha no momento da separação.

Já a segunda tese define que os valores investidos em previdência privada fechada se inserem, por analogia, na exceção prevista no artigo 1.659, VII, do Código Civil de 2002, consequentemente não integrando o patrimônio comum do casal e, portanto, não devem ser objeto da partilha. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

Revista Consultor Jurídico, 31 de outubro de 2018, 11h06

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/11/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.