Consultor Jurídico

Pedido de providências

CNJ pede que desembargadora Kenarik Boujikian explique críticas a Toffoli

O Conselho Nacional de Justiça investigará declarações da desembargadora Kenarik Boujikian, do Tribunal de Justiça de São Paulo, criticando o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal.

Em evento promovido pelo jornal Folha de S.Paulo, a magistrada afirmou que “um ministro do Supremo Tribunal Federal [Dias Toffoli] chamar de movimento um golpe reconhecido historicamente é tripudiar sobre a história brasileira, de algum modo, é desrespeitar as nossas vítimas”, disse, acrescentando que “o Judiciário está disfuncional em relação ao sistema democrático”.

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, instaurou, de ofício, pedido de providências para que a desembargadora preste informações a respeito de declaração.

Em sua decisão, ele afirmou que o fato, em tese, pode caracterizar conduta vedada a magistrados (CF/1988, artigo 95, parágrafo único, III, Loman, artigo 36, III) e determinou que a desembargadora apresente informações em um prazo de 15 dias. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 17 de outubro de 2018, 13h13

Comentários de leitores

7 comentários

Depende de quem ouve

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Alguns coisas, as vezes, são fáceis de explicar, desde que quem vai ouvir as explicações esteja disposto e realizar essa função com ombridade e honestidade.

A verdade não rima

SMJ (Procurador Federal)

“o Judiciário está disfuncional em relação ao sistema democrático”.
Perseguir uma desembargadora por uma opinião sobre a situação do Judiciário não é de admirar. Mais um passo no sentido de tornar o Judiciário o Poder comprometido com o enterro da nossa democracia.

Loman x CF

Radgiv Consultoria Previdenciária (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Resumo a defesa da ilustre Desembargadora assim: Art. 5.
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

A juíza além de juíza também é uma cidadã ?

A Loman está acima da Constituição Federal?

Recomendo ao culto Ministro instaurar de ofício - outras aberrações vindas do Poder Judiciário - ex. Manda soltar; manda prender; revogo a decisão; avoco os autos, etc....

Vamos trabalhar de verdade!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 25/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.