Consultor Jurídico

Notícias

Atividades complementares

Vendedor que faz cobranças não tem direito a adicional por acúmulo de funções

Por 

Não tem direito ao adicional por acúmulo de funções o vendedor que também exercer as atividades de cobrança e merchandising (divulgação dos produtos nos pontos de vendas).

De acordo com a 4ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, o artigo 8º da Lei 3.207/57, que regulamenta as atividades de vendedores, não prevê o adicional para quem exerce essas funções.

“A lei determina que o empregado vendedor tem direito ao pagamento do adicional por acúmulo de funções quando prestar serviços de inspeção e fiscalização. Logo, as atividades desempenhadas pelo empregado se complementam”, explicou o relator, ministro Caputo Bastos. 

Seguindo o voto do relator, o colegiado reformou decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG), que havia condenado uma fabricante de bebidas, com base na Lei 3.207/57, a pagar o adicional a um vendedor. 

RR-2914-49.2011.5.03.0032

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 20 de dezembro de 2018, 12h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.