Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Repúdio

Ataques a Lewandowski e a STF são irresponsáveis, dizem associações de juízes

As principais entidades de classe da magistratura divulgaram nesta quarta-feira (5/12) nota de repúdio aos ataques sofridos pelo ministro Ricardo Lewandowski e pelo Supremo Tribunal Federal. As instituições repudiam os episódios e ressaltam que as autoridades também tem direito a ter a tranquilidade preservada. 

Os casos citados são as ofensas do advogado Cristiano Caiado de Acioli ao ministro Lewandowski durante voo comercial entre São Paulo e  Brasília e um projeção da palavra "Vergonha" feita pelo MBL no prédio do Supremo. 

As entidades afirmam que o Supremo é garantidor das liberdades democráticas e do Estado de Direito "e só aos irresponsáveis aproveita ou interessa a deterioração de sua autoridade e a sua deslegitimação social".

Leia a nota:

Em razão do episódio provocado por passageiro do voo de São Paulo a Brasília, em detrimento do Ministro Ricardo Lewandowski, e da afronta feita pelo MBL - Movimento Brasil Livre - ao prédio do Supremo Tribunal Federal, as entidades representativas da Magistratura e do Ministério Público vêm manifestar seu repúdio e afirmar:

1. A ninguém é dado o direito de perturbar a tranquilidade de passageiros em voos comerciais, tendo as autoridades constituídas não só o direito como o dever do exercício do poder de polícia para coibir a prática de comportamentos impróprios, que possam desaguar em desinteligências ou perturbações aptas a comprometer a própria condução da aeronave.

2. A liberdade de expressão é um direito fundamental, propicia o debate democrático e o exercício da crítica, mas não autoriza a prática de agressões pessoais, a invasão da privacidade ou o desrespeito às instituições e a perturbação de voos. Trata-se de reconhecer as mais comezinhas regras de civilidade e convivência, que vêm em socorro de qualquer cidadão, como também da coletividade.

3. O Supremo Tribunal Federal é a instituição garantidora das liberdades democráticas e do Estado de Direito e só aos irresponsáveis aproveita ou interessa a deterioração de sua autoridade e a sua deslegitimação social.

4. As entidades abaixo-assinadas repudiam a prática de tais comportamentos e concitam à moderação no emprego do direito de crítica, sempre com a perspectiva da reflexão, não da injúria.

Brasília, 5 de dezembro de 2018.

Guilherme Guimarães Feliciano 
Presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra)

Fernando Marcelo Mendes
Presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe)

Jayme Martins de Oliveira Neto
Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB)

Fábio Francisco Esteves
Presidente da Associação dos Magistrados do Distrito Federal (Amagis-DF)

Antônio Pereira Duarte
Presidente da Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM)

Revista Consultor Jurídico, 5 de dezembro de 2018, 18h37

Comentários de leitores

17 comentários

STF: Projeto bolivariano

Benedito matador de porco (Outros)

Devemos respeitar "Autoridade por autoridade", mesmo eles não tendo compromisso com o Brasil, desrespeitando a lógica é o povo que lhes pagam muito mais do que jamais mereceram?
Se o Brasil dependesse desses, já estaríamos numa DITADURA DE VERDADE, Bolsonaro já estaria preso por "apologia ao estupro" e se iniciaria um grande genocídio revolucionário indireto, no estilo comunista da fome dolosa, aprendido na Escolinha de Ditadores FIDEL CASTRO, que essa gente tanto gosta.
O STF depois de 33 anos de aparelhamento se tornou um CÂNCER, um fantoche da Esquerda Transnacional, das Agendas monstruosas da ONU...
A verdade é que já passou da hora de enviamos o CABO e um SOLDADO, quem sabe o ano que vem? Aí sim, o país vai decolar e sustentar seu grande vôo!

Agressão fútil

O IDEÓLOGO (Outros)

"No intuito de constranger (sim, ao filmar o ministro isso fica claro) uma autoridade, o advogado abusa do seu direito de manifestação, age de forma intolerante e apela à liberdade de expressão para ter uma atitude antidemocrática. Sei que alguns leitores vão me acusar de defender Lewandowski. A defesa é da democracia e da civilidade" (https://www1.folha.uol.com.br/colunas/marilizpereirajorge/2018/12/o-supremo-e-uma-vergonha-mesmo.shtml?loggedpaywall).

Republiqueta de bananas

Palpiteiro da web (Investigador)

Se consultássemos o povo, a constatação irrefragável seria: o STF é uma vergonha! Se a população sente vergonha, algo está errado com este Tribunal. A começar, pela indicação política de pelegos do PT. O min. Ricardo Levandouísque é um exemplo. Outro, é o min. Toffoli. Ambos estão lá para servir ao público ou para se servir do público?!
Graças a TV Justiça a população está enxergando como eles agem, distorcendo a lei para beneficiar ao grupo que pertence, sem qualquer preocupação em aplicar o Direito. É minha opinião, e não venham dar ordem de prisão, seus tatus!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 13/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.