Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prisão injustificada

Acusada de extorsão, presidente da OAB de Osasco consegue HC

Presa em flagrante nesta terça-feira (24/10), a presidente da subseção Osasco da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, Libânia Aparecida, conseguiu Habeas Corpus no Tribunal de Justiça de São Paulo. A decisão é do desembargador Xavier de Souza, que entendeu não haver motivo para mantê-la presa.

Libânia é acusada de extorquir o presidente da Câmara dos Vereadores da cidade, Elissandro Lindoso (PSDB). A advogada foi detida junto com seu marido, Carlos Gomes, enquanto saíam de um restaurante no km 53 da Rodovia Castelo Branco.

A prisão em flagrante de ambos foi convertida em preventiva, o que motivou o HC. Souza determinou que a advogada está proibida de manter contato com o vereador e com a família do político. A decisão que ordenou a detenção do casal citou a falta de aparato para fiscalização de cumprimento de medidas alternativas como justificativa.

Clique aqui para ler a decisão.

Revista Consultor Jurídico, 27 de outubro de 2017, 13h31

Comentários de leitores

2 comentários

Habeas corpus

O IDEÓLOGO (Outros)

A única especialidade dos advogados criminalistas.

justiça no Brasil é rápida para soltar.....

analucia (Bacharel - Família)

e depois falam que o judiciário no brasil é lento. Ora, vejam como soltaram rapidinho, isto é muito eficiência !!!

Comentários encerrados em 04/11/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.