Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Força de trabalho

Juízes brasileiros faltam pouco por motivo de saúde, diz levantamento

Os juízes e servidores do Poder Judiciário brasileiro se ausentam pouco do trabalho por motivo de saúde. A conclusão é de levantamento produzido pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça. O estudo revela que, em 2016, a perda na força de trabalho ficou em 1,6% para magistrados e em 2,1% para outros funcionários.

O Tribunal de Justiça do Acre apresentou o maior percentual de faltas motivadas por doenças entre os juízes (20%), enquanto o Tribunal Regional da 18ª Região (Goiás) registrou o menor (0,1%). Entre os servidores, o índice mais elevado ficou com o Tribunal de Justiça da Bahia, com 6,3%, e o mais baixo com Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (0,1%).

O principal motivo de ausência na força de trabalho do Poder Judiciário, com 20,2% dos registros, foi a utilização de serviços de saúde, ou seja, ausências para fazer consultas ou exames ou acompanhar um parente doente, por exemplo. O segundo grupo mais significativo, com 12,7% dos casos, é o das moléstias do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo, como dor na coluna e lesões no ombro. Em terceiro lugar ficaram as doenças do aparelho respiratório, com 11,8%, com destaque para sinusite.

Os resultados irão auxiliar os tribunais a promoverem ações relativas à promoção e à preservação da saúde dos magistrados e servidores do Judiciário. O relatório reúne informações de todos os órgãos do Judiciário brasileiro, excluídos o Supremo Tribunal Federal e os conselhos de Justiça. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Clique aqui para ler a íntegra do levantamento.

Revista Consultor Jurídico, 22 de novembro de 2017, 7h43

Comentários de leitores

3 comentários

Faltar prá quê ???

. (Professor Universitário - Criminal)

Por que os juízes faltariam se quase não trabalham ???
Férias de 60 dias, mais recesso de 20 dias no final de ano, mais emendas de feriados, mais as tais "licenças" à vontade, mais horário de trabalho (quando cumprem) de 6 horas, o que dá um total ANUAL de menos de 150 dias.
Isso tudo aliado ao pornográfico "auxílio-moradia", mesmo para quem tem mansão própria em condomínios de luxo.
Mais, ainda, indenizaçõe$, $ubstituiçõe$, diária$, vantagen$ diver$a$, mordomia$ etc.
Com toda e$$a VERGONHA que é o Judiciário, PRÁ QUE FALTAR, não é mesmo ???

Faltar para quê ou por quê?

Macaco & Papagaio (Outros)

Ganham muito bem e produzem pouco, com as raras e honrosas exceções que já se conhece.

Servidores do poder judiciário

O IDEÓLOGO (Outros)

São aqueles que estão na linha de frente da Justiça. São os defensores da Nação!!!

Comentários encerrados em 30/11/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.