Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Troca de comando

Tribunal de Justiça gaúcho elege novos dirigentes para o biênio 2018-2020

O atual primeiro vice-presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, será o novo comandante da corte no biênio 2018-2020. Ele foi eleito para substituir Luiz Felipe Silveira Difini na segunda-feira (4/12).

Durante a votação em Plenário, Duro obteve 83 votos, enquanto a desembargadora Liselena Schifino Robles Ribeiro, sua oponente, ficou com 50 votos. Foram registrados dois votos em branco.

Assumem com Duro os seguintes desembargadores: Maria Isabel de Azevedo Souza (primeira vice), Almir Porto da Rocha Filho (segundo vice), Túlio Martins (terceiro vice) e Denise Oliveira Cezar (corregedora-geral).  A posse da nova administração está prevista para o dia 1º de fevereiro de 2018.

Quem é quem:

Carlos Eduardo Zietlow Duro (Presidente)

Natural de Montenegro, em 2 de outubro de 1958. Formado pela PUC-RS (1984), exerceu a advocacia desde a formatura até a posse como juiz de direito, em setembro de 1986. Jurisdicionou nas comarcas de Panambi, São Francisco de Assis, Alvorada e Porto Alegre. Tomou posse como desembargador em março de 2002. Atuou na 1ª Câmara Especial Cível, na 12ª Câmara Cível e foi membro da 22ª Câmara Cível, de outubro de 2004 a fevereiro de 2016. Membro eleito do Órgão Especial do TJ-RS para os biênios 2012/2014, 2008/2010 e ano de 2007.


Maria Isabel de Azevedo Souza (primeira vice-presidente)

Porto-alegrense, nascida em 1º de junho de 1953, formou-se em Direito pela UFRGS (1977). Classificando-se em 1º lugar no concurso, foi nomeada promotora de Justiça em dezembro de 1979. Atuou nas comarcas de Alvorada, Esteio e Porto Alegre. Foi promotora-corregedora e promotora-assessora da Procuradoria-Geral da Justiça. Promovida ao cargo de procuradora de Justiça, atuou na 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça. Nomeada juíza do Tribunal de Alçada em dezembro de 1994, em vaga destinada a representante do Ministério Público, e a desembargadora do Tribunal de Justiça em maio de 1998. Atualmente, exerce a segunda vice-presidência da corte.


Almir Porto da Rocha Filho (segundo vice-presidente)

Também natural de Porto Alegre, formou-se em Direito pela UFRGS (1983) e fez pós-graduação em Processo Civil pela FGV-RJ (1984). Advogou de 1984 a 1987, ano em que assumiu como pretor, na comarca de São Francisco de Paula. Entre 1988 e 19889, foi promotor de justiça. Em dezembro de 1989, foi nomeado juiz de direito, tendo jurisdicionado nas comarcas de Torres, Ijuí e Porto Alegre. Foi juiz-corregedor-assessor da Presidência do Tribunal de Justiça nos anos de 1996 a 2000, nas gestões Adroaldo Furtado Fabrício e Cacildo de Andrade Xavier. Dirigiu o Foro de Porto Alegre, no período de fevereiro de 2003 a fevereiro de 2006. Promovido a desembargador em 2008.


Túlio Martins (terceiro vice-presidente)

Nascido em Canoas, em 26 de dezembro de 1956, formou-se em Direito e em Jornalismo – trabalhou por 10 anos nos principais veículos de imprensa da Capital gaúcha. Juiz de direito desde 1990, jurisdicionou nas comarcas de Augusto Pestana, Cruz Alta, Alvorada e Porto Alegre. Em junho de 2.000, foi convocado para atuar junto ao Tribunal de Justiça. Promovido a desembargador em dezembro de 2008. Na corte, preside o Conselho de Comunicação Social desde 2010.


Denise Oliveira Cezar (corregedora-geral)

Gaúcha da Capital, é formada em Direito pela PUC-RS (1983). Exerceu a advocacia até se tornar pretora, em 1985. Neste cargo, atuou nas comarcas de Santa Maria e Porto Alegre. Assumiu como juíza de direito em 1988 e jurisdicionou em Pelotas, Faxinal do Soturno, São Borja, Canoas e, finalmente, Porto Alegre. Exerceu a função de juíza-corregedora na gestão do desembargador Aristides Pedroso de Albuquerque Neto (1999) e também a de juíza-assessora da Presidência, na gestão José Eugênio Tedesco (2002/03). Promovida a desembargadora em 2008.

Revista Consultor Jurídico, 5 de dezembro de 2017, 14h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/12/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.