Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleições 2016

Veja o resultado do segundo turno das eleições nas capitais

Neste domingo (30/10), eleitores de 18 capitais foram às urnas para escolher seus prefeitos no segundo turno das eleições. Ao fazer um balanço, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, disse que a eleição “transcorreu em clima de paz e normalidade” mesmo nos municípios que precisaram de reforço de segurança, como nas capitais São Luiz, Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Assim como no primeiro turno, Curitiba foi a primeira capital a concluir a apuração. Venceu o candidato Rafael Greca (PMN) com 53% dos votos. Já seu adversário, Ney Leprevost (PSD), registrou 46% dos votos válidos. A abstenção na cidade foi de 20%. Já do total de votos apurados, 16% foram de brancos ou nulos.

A alta taxa de abstenção foi recorrente neste segundo turno. Em 11 capitais, ela foi superior a 20%. Antes do encerramento das eleições, o presidente do TSE disse que o alto índice de abstenção que vem sendo registrado nas eleições de 2016 enfraquece o processo eleitoral.

Segundo ele, este número não traduz toda a realidade. "Verificamos, por exemplo, que, nos estados onde a biometria avançou mais, a abstenção cai de 18% para 10% ou 11%. Nestes locais, os cadastros estão mais atualizados. Isto foi constatado fazendo uma leitura crítica dos números da Justiça Eleitoral. Sobre eles pesam outros fatores, como pessoas que morreram recentemente e que ainda constam como ausentes, ou ainda pessoas que mudaram de domicílio e que também entram na estatística dos ausentes”.

Mendes admitiu que, mesmo que se use como parâmetro os 10 a 11% dos locais onde ocorreram votações biométricos, são percentuais representativos. “Se, por um lado, ele pode refletir a insatisfação da população contra a classe política, por outro, enfraquece e debilita as pessoas que recebem os mandatos, especialmente na hora da tomada de decisão em um momento delicado como o atual.”

Veja o resultado do segundo turno nas capitais:

Curitiba - PR
Rafael Greca (PMN) - 53%
Ney Leprevost (PSD) - 46%
Brancos e nulos - 15%
Abstenções - 20%
Vitória - ES
Luciano (PPS) - 51,07% (reeleito)
Amaro Neto (SD) - 49,93%
Brancos e nulos - 7%
Abstenções - 13%
Rio de Janeiro - RJ
Marcelo Crivella (PRB) - 59%
Marcelo Freixo (PSOL) - 40%
Brancos e nulos - 20%
Abstenções - 26%
Porto Alegre - RS
Nelson Marchezan Júnior (PSDB) - 60%
Sebastião Melo (PMDB) - 39%
Brancos e nulos - 19%
Abstenções - 25%
Florianópolis - SC
Gean Loureiro (PMDB) - 50,26%
Angela Amim (PP) - 49,74%
Brancos e nulos - 15,9%
Abstenções - 16%
Macapá - AP
Clécio Luís (Rede) - 60% (reeleito)
Gilvam Borges (PMDB) - 39%
Brancos e nulos - 6%
Abstenções - 21%
Cuiabá - MT
Emanuel Pinheiro (PMDB) - 60%
Wilson Santos (PSDB) - 39%
Brancos e nulos - 15%
Abstenções - 25%
Campo Grande - MS
Marquinhos Trad (PSD) - 58%
Rose Modesto (PSDB) - 41%
Brancos e nulos - 11%
Abstenções - 22%
Goiânia - GO
Iris Rezende (PMDB) - 57%
Vanderlan (PSB) - 42%
Brancos e nulos - 9%
Abstenções - 24%
Belém - PA
Zenaldo Coutinho (PSDB) - 52% (reeleito)
Edmilson (PSOL) - 47%
Brancos e nulos - 7%
Abstenções - 21%
Belo Horizonte - MG
Alexandre Kalil - (PHS) 52%
João Leite (PSDB) - 47%
Brancos e nulos - 20%
Abstenções - 22%
Fortaleza - CE
Roberto Claudio (PDT) - 53% (reeleito)
Capitão Wagner (PR) - 46%
Brancos e nulos - 8%
Abstenções - 18%
Aracaju - SE
Edvaldo Nogueira (PCdoB) - 52%
Valadares Filho (PSB) - 47%
Brancos e nulos - 12% 
Abstenções - 18%
Manaus - AM
Artur Neto (PSDB) - 55% (reeleito)
Marcelo Ramos (PR) - 44%
Brancos e nulos - 8%
Abstenções - 9%
Porto Velho - RO
Dr. Hildon (PSDB) - 65%
Léo Moraes (PTB) - 34%
Brancos e nulos - 6%
Abstenções - 23%
São Luís - MA
Edivaldo Holanda Júnior (PDT) - 53% (reeleito)
Eduardo Braide (PMN) - 46%
Brancos e nulos - 4% 
Abstenções - 16%
Recife - PE
Geraldo Julio (PSB) - 61% (reeleito)
João Paulo (PT) - 38%
Brancos e nulos - 11%
Abstenções - 13%
Maceió - AL
Rui Palmeira (PSDB) - 60% (reeleito)
Cicero Almeida (PTdoB) - 39%
Brancos e nulos - 13%
Abstenções - 20%

*Notícia atualizada pela última vez às 9h desta segunda-feira (31/10).

Revista Consultor Jurídico, 30 de outubro de 2016, 18h40

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/11/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.