Consultor Jurídico

Notícias

Erro humano

TSE investiga erro em votação e troca todos os mesários na eleição deste ano

Uma investigação sobre 40 mil votos das eleições de 2014 foi pedida pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, à Procuradoria-Geral da República e à Polícia Federal. A assessoria do TSE informou que a equipe técnica do tribunal constatou que nomes de eleitores que justificaram a ausência no pleito apareceram entre os que votaram.

Gilmar Mendes pediu substituição de todos os mesários que participaram das últimas eleições.
Gil Ferreira/SCO/STF

Gilmar Mendes também pediu a substituição de todos os mesários que participaram das últimas eleições. Indícios apontam que a irregularidade por erro humano, pois a corte informou que nenhum problema foi encontrado nas urnas eletrônicas.

Grupo auxiliar
Justamente para melhorar as práticas da Justiça Eleitoral, o ministro Gilmar Mendes criou um grupo multitarefa para propor mudanças. O Conselho de Pesquisas e Estudos Eleitorais (CPEE) será formado por 13 especialistas de várias áreas para formular propostas visando o aperfeiçoamento da fiscalização e do controle das atividades eleitorais no pleito deste ano, que escolherá os representantes municipais.

Na primeira reunião do CPEE, na manhã desta terça-feira (7/6), o presidente do TSE explicou que os profissionais — que não são remunerados — vão contribuir para que a Justiça Eleitoral melhore em todos os sentidos. “Todos de alto nível”, disse o ministro, sobre o grupo formado por consultores políticos, jurídicos, econômicos, entre outras áreas. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 10 de junho de 2016, 14h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/06/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.