Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Debate sobre câmeras

Programa usa animais para representar ministros da Suprema Corte dos EUA

Por 

A reclamação dos advogados e jornalistas americanos contra os ministros da Suprema Corte dos EUA é antiga. Muitos desses profissionais são obrigados a acompanhar os debates, assim como milhares de americanos gostariam de fazer, porque os assuntos são sempre muito importantes. Mas tudo o que a corte disponibiliza é uma gravação em áudio, apenas. Imagens certamente ajudariam muito a deglutir horas de discussões. Mas os ministros da Suprema Corte resistem. Não querem saber de câmeras na sala mais importante de audiências judiciais do país.

O comediante John Oliver resolveu o problema dos advogados, jornalistas e milhares de americanos frustrados, em seu show “Last Week Tonight”, no canal HBO. Se a ausência de imagem era o que os aborrecia, ele, com a ajuda da produção do programa, vestiu animais com togas semelhantes às dos ministros e os colocou na bancada da corte, com voiceover real dos ministros.

O programa foi um sucesso imediato. Em menos de um dia, quase um milhão de visitantes viram o vídeo no YouTube. A maioria dos jornais postou o vídeo em seus sites, com comentários que trataram de ironizar a resistência dos ministros às câmeras na Suprema Corte.

Nas discussões contra os defensores das câmeras na Suprema Corte, normalmente advogados, jornalistas e diversas instituições públicas, os ministros têm dois argumentos básicos: 1) uma vez que as gravações são feitas em vídeo, a mídia irá extrair um pequeno trecho das falas dos ministros e divulgá-lo fora de contexto; 2) os advogados e os próprios ministros vão jogar para a audiência, em vez de se concentrar na defesa de seus clientes.

São argumentos que não convencem ninguém — nem mesmo todos os ministros da corte — porque sessões do Legislativo e cerimônias do Executivo são constantemente filmadas, na íntegra, pelos canais da CSPAN, e parcialmente por outras emissoras de TV.

Confira abaixo o vídeo do programa “Last Week Tonight”, do comediante John Oliver:

E, aqui, um trecho do caso “Florida versus Clayton Harris”, com imagens de animais e voiceover dos ministros:

 é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 2014, 11h37

Comentários de leitores

2 comentários

Liberdade de Expressão

Guimarães Barros (Advogado Assalariado - Tributária)

Olá,
Seria possível, no Brasil, algum programa de jornalismo ou de entreterimento, fazer semelhante crítica e da mesma forma aos ministros do STF ou outra figura do Executivo ou Legislativo, e não ser processado? Ou mesmo, sem que algum juiz concedesse liminares para impeder?

Lá e aqui

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Se fosse aqui no Brasil, quais seriam os animais usados para representar os Ministros?

Comentários encerrados em 29/10/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.