Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Verbas quitadas

TJ-SP liberou R$ 475 milhões para precatórios em fevereiro

A Diretoria de Execuções de Precatórios e Cálculos (Depre) do Tribunal de Justiça de São Paulo liberou em fevereiro quase R$ 475 milhões para o pagamento de precatórios. O valor inclui a Fazenda estadual, o Instituto de Previdência de São Paulo, as prefeituras e autarquias. O maior montante foi destinado à prefeitura de São Paulo, que recebeu R$ 228,3 milhões.

Deste valor, R$ 58 milhões beneficiarão cerca de 1,5 mil credores prioritários e R$ 168 milhões serão destinados a 62 precatórios do Instituto de Previdência do Município. O restante ficará com credores que firmaram acordo (R$ 1,64 milhão) e para o pagamento por ordem cronológica (R$ 335 mil). As demais prefeituras e autarquias, juntas, receberam R$ 65,6 milhões.

A Fazenda estadual foi o destino de R$ 149 milhões, sendo que os 1.071 credores prioritários receberão R$ 40,7 milhões. Para os 114 precatórios por ordem crescente, foram destinados R$ 73,5 milhões, enquanto R$ 35,4 milhões serão utilizados para os pagamentos por ordem cronológica. Por fim, a Carteira de Previdência das Serventias Notariais e de Registro do Ipesp recebeu R$ 31,3 milhões, que permitirão a quitação de 59 precatórios por ordem cronológica. Outras informações sobre precatórios e as listas de pagamentos estão disponíveis no site do Depre. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

Revista Consultor Jurídico, 7 de março de 2014, 9h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/03/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.