Consultor Jurídico

Notícias

Levantamento estatístico

Ceará lidera taxa de aprovação no Exame da OAB

Por 

O Ceará lidera o ranking de taxa de aprovados entre os estados no Exame de Ordem Unificado da OAB. Nas últimas nove edições da prova, 54,9% dos bacharéis do estado inscritos no exame conseguiram aprovação. O número supera o do Rio Grande do Sul, segundo colocado, com 51,2%, e Minas Gerais, em terceiro, com 50,6%. Estado mais rico do país, São Paulo aparece apenas na 17ª posição, com 20,5%. No país, a taxa de aprovados é de 46%. (Tabela abaixo)

Os dados fazem parte do Exame de Ordem em Números, um estudo elaborado pela OAB e a Fundação Getúlio Vargas com estatísticas do II ao X Exame de Ordem Unificado. Desde 2010, a prova é elaborada pela FGV Projetos. O levantamento traz o número de inscritos no Exame, o desempenho deles nas diferentes modalidades da prova e sua distribuição por seccionais. O estudo também avaliou a correlação entre taxa de aprovação, IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano do Município) e o Conceito Preliminar de Curso, indicador do MEC sobre a qualidade do curso e da instituição de ensino. Ao todo, 396,5 mil candidatos participaram das últimas nove edições do Exame de Ordem.

Segundo a pesquisa, as taxas de aprovação refletem mais a qualidade do curso e da instituição de ensino nas avaliações do MEC do que as condições de renda e educação básica do município em que o curso é oferecido. “Isso pode sugerir, adicionalmente, que os processos seletivos (vestibular) e a educação/formação oferecida no ensino superior (medida, no caso, pelo CPC — Conceito Preliminar de Curso) são capazes de nivelar a capacidade e o desempenho dos alunos e bacharéis, mesmo entre municípios que oferecem padrões de vida significativamente diversos (como um município da Região Nordeste e da Região Sul,ambas de alto desempenho nos Exames)”, diz o estudo.

Entre as instituições de melhor desempenho, a primeira colocada é a Universidade de São Paulo, campus de Ribeirão Preto, com 85,7% de aprovação. Em seguida vêm Universidade Federal de Viçosa (75,8%), USP — campus de São Paulo (70,9%), Universidade Federal de Pernambuco (69,3%), Universidade Federal de Minas Gerais (68,8%) e Unesp (também com 68,8%). Nesse caso, o levantamento levou em conta apenas as últimas três edições do exame. 

Clique aqui para ler a pesquisa.

Seccional Examinandos % do total de examinandos Aprovados % do total de aprovados Taxa de aprovação Ranking (% de aprovação)
Brasil396,552100182,51510046-
CE10,0282.55,510354.91
RS23,5005.912,0416.651.22
MG44,54911.222,55012.450.63
PR25,9646.513,0507.250.34
SE4,2971.12,1571.250.25
SC16,5574.28,1734.549.46
RN6,2981.63,0891.7497
BA17,4184.48,4574.648.68
RJ38,2209.617,9719.8479
PI7,3751.93,4491.946.810
PA7,5101.93,4181.945.511
PB7,3611.93,3511.845.512
ES9,0532.34,1002.245.313
PE12,8633.25,7853.24514
DF17,0774.37,6194.244.615
MA6,4201.62,8501.644.416
SP86,65921.937,33220.543.117
AL4,9971.32,1011.24218
MS7,4961.93,1221.741.619
GO16,8494.26,7853.740.320
TO3,84211,4770.838.421
AC1,2360.34680.337.922
MT9,0432.33,4141.937.823
RO4,11311,5240.837.124
RR1,2960.34760.336.725
AM4,8211.21,6760.934.826
AP1,7100.45700.333.327
Fonte: Elaboração FGV Projetos/Núcleo de Concursos 

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 17 de fevereiro de 2014, 7h11

Comentários de leitores

1 comentário

o ideal seria medir o ´´indice de emprego e salario dos apro

daniel (Outros - Administrativa)

o ideal seria medir o ´´indice de emprego e salario dos aprovados nos ultimos anos, como se faz nos Estados Unidos, pois não basta ser aprovado no Exame da OAB.
A FGV deveria verificar se estão arrumando emprego, se na area juridica, qual a renda, qual o cargo...

Comentários encerrados em 25/02/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.