Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem escalas

PGR pedirá cassação de mandatos de deputados infiéis

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, declarou nesta quinta-feira (28/11) que enviará à Justiça "mais de uma dezena" de ações pedindo a cassação de mandatos de deputados que trocaram de partido de olho nas eleições de 2014.

Sem citar nomes, Janot disse que serão alvo parlamentares que saíram de um partido em direção a uma sigla recém-criada, mas depois se transferiram para outra legenda já antiga. O procurador-geral disse que usaria uma “figura de linguagem” para explicar a questão: “Quando eu pego um voo de Brasília para Fortaleza e faço uma escala em Salvador, meu voo continua sendo Brasília-Fortaleza. O que fiz foi uma simples escala”, afirmou Janot.

A PGR analisou casos de deputados que fizeram essa escala para driblar o obstáculo da fidelidade partidária, de acordo com o procurador-geral. Nas declarações, feitas durante encontro de procuradores regionais eleitorais, ele não estimou um prazo para entrar com as ações.

Janot disse ainda que o principal desafio dos procuradores regionais será trabalhar na investigação do financiamento ilegal de campanhas eleitorais, que classificou de “uma das fontes primárias de toda a corrupção na Administração Pública”.

Revista Consultor Jurídico, 28 de novembro de 2013, 16h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/12/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.