Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Grau de parentesco

CNJ encontra 64 casos de nepotismo no TJ-DF

A Corregedoria Nacional de Justiça apurou que 64 servidores do Tribunal de Justiça do Distrito Federal têm algum grau de parentesco com desembargadores ou outros servidores. O número representa 13,8% do total de cargos de livre nomeação do tribunal.

Do total dos nepotistas identificados, 46 podem ser parentes de desembargadores. Quarenta e um por cento deles estão lotados em cargos da Presidência do TJ-DF. As informações fazem parte do Auto Circunstanciado de Inspeção Preventiva feito pelo CNJ na corte. A inspeção começou em 19 de junho e terminou nesta semana.

Na inspeção, a corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, teve acesso à lista de todos os 464 funcionários do tribunal de Brasília. Desse total, 429 são efetivos e 35 não têm vínculo com o tribunal.

O relatório já foi enviado à Presidência do TJ-DF. Nele, a Corregedoria estabelece o prazo de 15 dias para que o tribunal apresente os critérios de nomeação de servidores para a Presidência, Vice-Presidência e Corregedoria do tribunal. Com informações da assessoria de imprensa do CNJ.

Clique aqui para ler a íntegra do relatório.

Revista Consultor Jurídico, 14 de julho de 2012, 13h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/07/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.