Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Memória apagada

Fogo destrói processos sobre conduta de advogados

A Polícia Civil investiga um incêndio que destruiu processos do Tribunal de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil, em Piracicaba, durante a madrugada desta terça-feira (20/9). O tribunal é responsável por julgar advogados acusados de má conduta no exercício da profissão. As informações são do site EPPiracicaba.

De acordo com informações da Polícia, o fogo teve início por volta das 3h, quando uma testemunha percebeu o incêndio e viu dois homens fugirem em uma moto. A perícia esteve no local e, segundo o subseção da OAB em Piracicaba, Odinei Roque Assarisse, que acompanhou o trabalho dos peritos, foi detectado material inflamável na casa e arrombamento da janela que dá acesso à sala do tribunal, o que reforça a tese de incêndio criminoso.

Segundo o presidente, havia cerca de três mil processos na sala do Tribunal de Ética, que julga advogados de 15 municípios da região. Além dos processos destruídos, o fogo danificou computadores, fax, máquina de xerox e os móveis da sala.

Um dos juízes do tribunal, Emerson José Godoy Strelau Venturelli de Toledo, classificou o incêndio como “um atentado à democracia” e disse acreditar que tenha sido um fato criminoso.

“Não posso citar nomes, mas tem muita gente importante sendo processada. Eu acredito em incêndio criminoso. É uma construção nova, muito bem cuidada para ter sido um incidente. É um atentado à democracia tentar resolver as coisas dessa forma”, disse.

Assarisse informou que as atividades na sede da OAB local estão suspensas nesta terça-feira e uma equipe do Tribunal de Ética de São Paulo irá à cidade para avaliar o que será feito com os processos que foram destruídos. "Honestamente, eu ainda não sei como procederemos. Vamos ter que aguardar um levantamento que será feito pela equipe do tribunal", disse. Toledo informou que o tribunal já possui um projeto de digitalização dos processos, que hoje estão disponíveis apenas na versão impressa, para evitar incidentes como o desta madrugada.

O caso será investigado pelo 2º Distrito Policial. Segundo o presidente da OAB, serão solicitadas imagens de circuito de segurança de comércios das imediações do prédio.

Hoje, o Tribunal de Ética está informatizado. Então, todos os dados estão disponíveis na rede interna do tribunal, o que permitirá que os processos sejam restaurados mais facilmente.

Revista Consultor Jurídico, 20 de setembro de 2011, 18h39

Comentários de leitores

1 comentário

DÚVIDA

dinarte bonetti (Bacharel - Tributária)

Vejamos se encontram os criminosos.
Santa fogueira, que desaparece com provas e despachos.
Provavelmente são advogados que compraram o diploma nas fraudes das provas da OAB.

Comentários encerrados em 28/09/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.