Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Governador interino

Desembargador do TJ-MA assume o governo do estado

O desembargador Jamil de Miranda Gedeon Neto, 51 anos, presidente do Tribunal de Justiça, assumiu interinamente o governo do estado do Maranhão, às 13h desta quarta-feira (2/11). A transmissão do cargo aconteceu no Palácio dos Leões, onde o deputado estadual Arnaldo Melo, presidente da Assembleia e governador interino, declarou o seu afastamento do cargo, após três dias de exercício.

O último desembargador a assumir o governo do estado foi Emésio Dario Araújo, em 1990. Com o afastamento de Jamil Gedeon até a próxima segunda-feira (7/11), assume a presidência do Tribunal de Justiça a desembargadora Cleonice Silva Freire, vice-presidente, que, no exercício do cargo, irá presidir a solenidade de inauguração do novo fórum da comarca de Caxias, nesta quinta-feira (3/11).

Ao assumir o governo, o desembargador disse que irá dar continuidade às ações da governadora Roseana Sarney e, assim como os que o antecederam, Washington Luís o deputado Arnaldo Melo, também pretende acrescentar ao governo com o seu trabalho. Segundo Gedeon, a harmonia e a união existentes entre os poderes geram benefícios à sociedade, contribuindo para o desenvolvimento do estado.

"Pretendo reforçar parcerias com o Ministério Público estadual, a Defensoria Pública e a Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão, no sentido de reforçar o trabalho do Centro de Apoio às Vítimas de Crimes Violentos", anunciou, na oportunidade.

O primeiro compromisso da agenda oficial do governador interino será comparecer à inauguração do novo fórum da comarca de Caxias, construído em sua gestão no TJ-MA. Gedeon viaja ainda nesta quarta-feira para Teresina (PI), e de lá segue para Caxias, onde pernoita e no dia seguinte comparece à solenidade.

O ato de transmissão do cargo de governador foi prestigiado por autoridades do Poder Judiciário, Legislativos Federal e Estadual e do Ministério Público, de onde o desembargador é originário.

"É com satisfação e muita honra que passo o cargo ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Jamil Gedeon", disse o deputado estadual Arnaldo Melo ao deixar o governo, pedindo ao novo governador em exercício que o representasse na solenidade do Poder Judiciário em Caxias.

Para o senador João Alberto, a posse de Jamil Gedeon no governo representou um ato democrático, em cumprimento à assunção da linha sucessória, conforme determina a Constituição, em razão do afastamento do governador em exercício.

Para a desembargadora Márcia Andréa Farias, presidente do Tribunal Regional do Trabalho, é interessante que o presidente do Tribunal de Justiça tenha a oportunidade de assumir o governo do Estado. "Ele está de parabéns, também pela sua gestão no tribunal, pelo trabalho que tem feito em nível administrativo e judicial. E merece essa homenagem oportuna, inclusive no momento em que inaugura o novo fórum de sua cidade natal." Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Maranhão.

Revista Consultor Jurídico, 2 de novembro de 2011, 17h40

Comentários de leitores

1 comentário

ELEIÇÕES DIRETAS E JÁ PARA O INGRESSO NA MAGISTRATURA

Paulo Jorge Andrade Trinchão (Advogado Autônomo)

Temos aí um exemplo clássico da imperiosa necessidade de eleições diretas e já para o ingresso na magistratura. Na ausência do governador( no caso vertente, a governadora), do presidente da Assembléia Legislativa, assume o presidente do Tribunal de Justiça. E, quantos votos ele obteve para exercer o relevante cargo de governador? Sopesando a hipocrisia, todos nós - mininamente bem informado - sabe que a tão decantada "igualdade dos Poderes" foi a maior aberração jurídica "inventada" pelo infausto legislador de 1988. Isto porque, se elege os representantes do Executivo e do Legislativo, e quanto ao Poder Judiciário, restam os concursos públicos nem sempre transparentes e sérios. Portanto, estabelecido um rígido currículo,só existe um único caminho para a verdadeira isonomia dos Poderes: ELEIÇÕES DIRETAS E JÁ PARA O INGRESSO NA MAGISTRATURA!

Comentários encerrados em 10/11/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.