Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Rede social

Facebook deve explicar nova ferramenta na internet

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça, notificou o Facebook para prestar esclarecimentos sobre uma nova ferramenta da rede social que reconhece rostos automaticamente. De acordo com o órgão, há indícios de que a ferramenta viole a privacidade dos usuários porque permite que eles sejam marcados em fotos de álbuns de outras pessoas sem autorização. A notícia é do jornal Folha de S.Paulo.

Dessa forma, as fotos do usuário podem ser expostas sem que ele saiba ou autorize. "Há indícios de ausência de consentimento dos usuários para a ativação da ferramenta. Há ainda possível violação da privacidade e modificação unilateral sem aviso prévio dos termos de uso da rede social", afirma o DPDC em nota.

O DPDC, diante do que foi noticiado pela mídia esta semana, constatou que há indícios de ausência de consentimento dos usuários para a ativação da ferramenta. Há ainda possível violação da privacidade e modificação unilateral sem aviso prévio dos termos de uso da rede social.

O Facebook tem dez dias corridos para responder a notificação. A empresa deve explicar ainda se as mudanças foram avisadas com antecedência aos usuários brasileiros e se há a possibilidade de aprovação prévia na identificação das fotografias.

Revista Consultor Jurídico, 10 de junho de 2011, 9h40

Comentários de leitores

2 comentários

Mas eu sabia que isso ia acontecer...

Luiz Adriano Machado Metello Junior (Advogado Autônomo - Civil)

Quando li a notícia sobre esse novo "recurso" no The Inquirer, de imediato tentei posta-la para alertar meus amigos a desativar tal ferramenta em seus perfis no facebook.. Ironicamente o FACEBOOK não me deixou postar a noticia, fui bloqueado.
No mesmo ato, enviei um e-mail à adminstração do facebook alertando sobre a violação de privacidade que essa ferramenta comete... Fico feliz de ver as autoridade reagindo tão rapido.
Espero que determinem a desativação dessa ferramenta no Brasil. Nos EUA eu sei que vai continuar por o FBI adora o Facebook, uma vez que esta é a maior base de dados para identificação de pessoas ja montada no mundo.

Transferencia de fotos.

argento (Advogado Autônomo)

De fato, eu mesmo, transferi uma foto de uma pessoa, para o email de um amigo. No caso, eu estava identificando um amigo que nos conheciamos. Porem, assim como eu usei num bom sentido, outras pessoas podem fazê-lo indevidamente e causando prejuizos. Sou contra essa possibilidade que deve ser afastada e corrigida.

Comentários encerrados em 18/06/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.