Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Boas vindas

Comunidade jurídica comenta Anuário da Justiça

Por 

Anuário da Justiça 2011

Operadores do Direito enviaram manifestações à ConJur para parabenizá-la pela publicação do Anuário da Justiça Brasil 2011 , que teve lançamento oficial
na última quinta-feira (31/3), em Brasília, no Supremo Tribunal Federal. Representantes dos três Poderes prestigiaram o evento. Mais de 300 convidados compareceram à Praça do Servidor, no Supremo Tribunal Federal. O evento teve apoio da Fundação Armando Álvares Penteado.

A mestre e doutora em Ciência Política, e professora do Programa de Ciência Política da Universidade de São Paulo, Maria Tereza Sadek disse que a publicação é excelente e que pretende usá-la em seus trabalhos e pesquisas. "É uma referência obrigatória. Não conheço melhor retrato da Justiça."

O ministro Sidnei Beneti, do Superior Tribunal de Justiça, também vê o Anuário como uma referência, não só para os jurisdicionados, mas para os próprios julgadores: “O Anuário da Justiça faz verdadeiramente um balanço anual do movimento da Justiça e se tornou um referencial obrigatório para todo profissional do Direito e especialmente para os magistrados. Claro que ele é um referencial para os advogados, para todo o agrupamento dos profissionais do Direito, mas para os magistrados, entre os quais eu me incluo, que são muitos fechados na própria atividade jurisdicional devido a quantidade de trabalho, é uma comunicação extremamente importante porque nós vemos, de uma certa forma, o mundo por meio das páginas do Anuário da Justiça. E vemos o que o mundo pensa a nosso respeito e vemos também como que os outros magistrados e profissionais de Direito respiram, quais são os anseios novos que passam de uma forma organizada e extremamente responsável no tratamento jornalístico”.

A Ajufe, através de nota encaminha pelo seu presidente Gabriel Wedy, parabenizou a ConJur pela publicação da nova edição do Anuário, que classificou como "obra da maior importância técnica".

Para o advogado Dalton Miranda, da Advocacia Dias de Souza, a publicação é importante e adquiriu respeito no meio jurídico. O advogado chama atenção para a forma de recebimento dos advogados pelos ministros.

Antonio José Barbosa da Silva, presidente da subseção de Niterói (RJ) da OAB, disse que "certamente, a obra será de grande utilidade para juristas, advogados, estudantes e todas as pessoas que a ela tiverem acesso".

Agradeceram o convite e lamentaram não poder estar presente ao lançamento em função de compromissos assumidos anteriormente a Corregedora Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon; o ministro do Superior Tribunal Militar, Artur Vidigal de Oliveira; e Luís Cláudio da Silva Chaves, presidente da OAB-MG.

A ministra do Superior Tribunal de Justiça, Nancy Andrighi, por sua vez, também agradeceu ao convite. Ela não estava no Brasil na data em razão de sua dissertação de mestrado no Institute Universitare Kurt Bösch, em Buenos Aires.

Por fax, a presidente Dilma Rousseff, por meio de seu chefe de gabinete de agenda, Oswaldo Buarim, agradeceu o convite, e desejou sucesso ao evento. O mesmo fez o ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Milton de Moura França. "O evento será coroado de total sucesso", disse em telegrama, parabenizando a ConJur pela realização. O ministro Haroldo Rodrigues, convocado no STJ, também agradeceu o convite por meio de ofício, bem como o presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos.

Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante Júnior, o Anuário é "uma publicação importante para a Justiça brasileira e fundamental para os advogados do país, uma referência, um trabalho sério de pesquisa no sentido de esclarecer a sociedade sobre o funcionamento da Justiça e de orientar a advocacia brasileira".

Em ofício, o presidente da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho, Luciano Chaves, reconheceu a importância do Anuário para a comunidade jurídica. "Cumprimento V. Sa pela iniciativa, ressaltando que a presente obra será de grande utilidade para todos os setores da sociedade bem como para o Judiciário Brasileiro, pois, com certeza, servirá de recorrente manual de consulta."

O presidente da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas, Luiz Salvador, elogiou o empenho da ConJur na publicação. "Tenho acompanhado a trajetória do hercúleo trabalho que é o de produzir o Anuário da Justiça, em cada seguimento do Poder Judiciário. O renovado sucesso de cada lançamento é fruto de um excelente projeto construído por mãos de profissionais da maior competência e respeitabilidade. Nossos cumprimentos por esse belíssimo trabalho que vem prestando a ConJur", afirmou.

Convidados que não puderam comparecer também desejaram sucesso. O ministro do Superior Tribunal Militar José Américo disse estar impossibilitado de marcar presença, mas agradeceu o convite "formulando votos de pleno êxito ao evento". Assim como ele, o ministro Raymundo Nonato de Cerqueira Filho enviou “cordiais cumprimentos e augurando sucesso ao evento".

"É com muita honra que recebi o convite para o lançamento do Anuário da Justiça Brasil 2011.Impossibilitado de comparecer ao lançamento, parabenizo essa fundação pelo importante acontecimento e solicito especial gentileza de transmitir aos ilustres colaboradores meus votos de sucesso”, disse o ministro do Tribunal de Contas da União Ubiratan Aguiar.

Por telegrama, o ministro do Tribunal Superior do Trabalho Milton de Moura França também se manifestou: "Certo que o evento será coroado de total sucesso, parabenizo a Revista Eletrônica Consultor Jurídico pela realização".

Impossibilitada de comparecer em virtude de uma viagem, a ministra do Superior Tribunal Militar Maria Elizabeth G. T. Rocha se manifestou por carta. "Apresento minhas desculpas e aproveito para cumprimentá-lo, desejando que o evento seja coroado de êxito", escreveu.

Em ofício, o ministro do Superior Tribunal de Justiça Haroldo Rodrigues declarou que "impossibilitado de comparecer ao lançamento do Anuário da Justiça Brasil 2011, agradeço a gentileza do convite".

Também em telegrama, o senador João Alberto Souza (PMDB-MA) desejou sucesso. Os senadores Roberto Requião (PMDB-PR), Marisa Serrano (PSDB-MS) e Casildo Maldaner (PMDB-SC) e a deputada Liliane Roriz (PRTB-DF) também enviaram votos de êxito.

Leia abaixo a nota enviada pela Ajufe:
A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) parabeniza o ConJur por mais um "Anuário da Justiça" brindando todos os operadores do direito e a sociedade brasileira com obra da maior importância técnica. O ConJur se destaca como relevante veículo do meio jurídico, respeitável e independente, que engrandece o jornalismo de nosso país com informação de qualidade.

Parabéns a todos jornalistas, funcionários e colaboradores que fazem o dia a dia deste prestigiado site jurídico.

Gabriel Wedy
Presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 6 de abril de 2011, 18h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/04/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.