Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Saldo positivo

Banco deve indenizar cliente que não conseguiu sacar

O Banco Santander está obrigado a indenizar em R$ 4 mil um cliente que não conseguiu utilizar o cartão para saques no exterior. A decisão unânime da 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais confirmou o entendimento do 1º Juizado Especial Cível de Taguatinga (DF). O cliente pediu R$ 1 mil por danos materiais, pelo que não pôde comprar e R$ 7 mil por danos morais.

Antes da viagem, o cliente solicitou ao banco que pudesse sacar dinheiro de sua conta em países da Europa, onde participaria de um congresso. Um funcionário informou que o saque poderia ser efetuado em caixas eletrônicos do banco no exterior com o cartão que possuía.

Já na Europa, mesmo tendo saldo disponível, o autor da ação não conseguiu concretizar os saques. A situação, como conta, se agravou quando os euros que possuía se esgotaram. E, como seu limite no cartão de crédito era baixo, ficou na dependência dos amigos, segundo ele.

O Santander alegou insuficiência de provas. Além disso, declarou que a suposta falha no cartão de crédito e de débito não seria tão grave a ponto de acarretar danos morais. Na sentença, a juíza se posicionou contrariamente ao banco. Ela entendeu que a relação entre as duas partes é regida pelo Código de Defesa do Consumidor. "No caso presente, o serviço prestado pelo banco réu falhou, deixando o consumidor correntista completamente desamparado em país estrangeiro. Deve, portanto, reparar os danos morais suportados pelo consumidor", afirmou. Por falta de provas, os danos materiais não foram concedidos. Com informações da Assessoria de Comunicação do TJ-DF.

Processo: 2009 07 1 023946-0

Revista Consultor Jurídico, 18 de outubro de 2010, 11h09

Comentários de leitores

1 comentário

Até quando vão continuar as indenizações irrisórias?!

Antonio de Assis Nogueira Júnior (Serventuário)

São Paulo, 20 de outubro de 2010.
Senhor Diretor:
Contra um grande Banco, somente uma grande indenização por dano moral!
A indenização de R$4.000,00 (Quatro mil reais) só pode ser considerada como piada. Antes não tivesse concedido nada, pois é o Brasil o país da impunidade chancelado pelo Judiciário. Por ora basta.
Respeitosamente,
Antonio de Assis Nogueira júnior
Funcionário Público Federal do E. TRT/SP

Comentários encerrados em 26/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.