Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dinheiro suspeito

PF apreende R$ 180 mil que serviria para comprar votos

A Polícia Federal apreendeu R$ 178 mil em espécie numa operação na noite de ontem, em Manaus. A quantia, segundo a PF, é do deputado estadual Ronaldo Tabosa (PP), candidato à reeleição. A informação é do site Folha Online.

A polícia informa que os mandados de busca e apreensão foram expedidos após investigações do setor de inteligência do órgão que apontavam que o dinheiro seria usado hoje na compra de votos. Do total, R$ 62 mil foram encontrados na residência do político e R$ 116 mil em sua empresa, a Real Vida Serviços Médicos.

Na noite de ontem, enquanto a contagem dos valores ainda era feita, o delegado Roberto Câmara, responsável pela operação, estimou que a quantia poderia ser superior a R$ 400 mil. No entanto, o valor foi retificado hoje pela assessoria da Polícia Federal. Durante a operação, um segurança da Real Vida foi preso por porte ilegal de armas.

Tabosa está em seu primeiro mandato como deputado estadual, cargo assumido como suplente. Sua declaração de bens ao TSE informa patrimônio de R$ 1,1 milhão. Em sua segunda prestação de contas de campanha, ele informa ter gasto R$ 42 mil até o início de setembro.

Na noite de ontem, o advogado de deputado, Eloy Lopes Júnior, afirmou à Folha que o dinheiro apreendido seria usado para o pagamento de funcionários e fornecedores da empresa.

O candidato integra a coligação Avança Amazonas, do governador e candidato à reeleição Omar Aziz (PMN). A assessoria de Aziz disse que o governador não tem relações com o candidato e que desconhecia a apreensão do dinheiro.

Revista Consultor Jurídico, 3 de outubro de 2010, 16h20

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.