Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Processo demorado

Identificação por impressão digital provoca filas

Dois municípios do Maranhão utilizam o sistema de identificação biométrica na votação. De acordo com dados divulgados pela Agência Brasil, ao todo, 51.662 eleitores, nos municípios de Paço do Lumiar e Raposa, estão sendo identificados por meio da impressão digital.

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão informou que foram distribuídas 226 urnas em 196 seções eleitorais nas duas cidades. Na Escola Bandeira Tribuze, no bairro do Maiobão, em Paço do Lumiar, os eleitores enfrentaram filas para votar. No entanto, a secretária Eleitoral Dilma Viana negou à agência que as filas foram provocadas pela identificação da digital. “A identificação é rápida, a demora está acontecendo nas urnas. Segundo ela, os eleitores estão demorando, em média, cinco minutos para escolher seus candidatos.

Problemas
Em uma das seções eleitorais da escola, sete pessoas não conseguiram ser identificadas pelas digitais. São feitas quatro tentativas para o equipamento identificar o eleitor biometricamente. Quando isso não ocorre, é usado um código de liberação e o eleitor vota, mas depois precisa assinar a lista. Mesmo com a identificação digital o eleitor precisa levar documento com foto para votar nas urnas biométricas.

Revista Consultor Jurídico, 3 de outubro de 2010, 15h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.