Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Justiça e tecnologia

Website dá dica para advogados que usam iPhones

Por 

Apple Iphone 4G - Divulgação

Jeff Richardson, um advogado de Nova Orleans, Lousiana, é o responsável pelo website iPhone J.D., uma curiosa página da web voltada para advogados que usam iPhones. J.D. são as iniciais de juris doctor, que designa a graduação acadêmica de quem estuda Direito nos Estados Unidos.

Excentricidades à parte, o site dá dicas para os aficionados em tecnologia em geral e, em particular, entusiastas do smarthphone desenvolvido pela Apple, o iPhone. Richardson escreve tutoriais informais sobre como usar os recursos do aparelho, que abrange, além de todas as funções de telefonia celular, câmara digital, internet, videochamadas, entre inúmeras outras.

O mote do website é a tecnologia e, às vezes, o uso que profissionais da lei fazem dela. Não raro, o site se supera no preciosismo e nos detalhes. O site noticiou, por exemplo, o caso de um advogado (que não exerce a profissão) de Washington, que desenvolveu um singular aplicativo para o iPhone: um software que ajuda aqueles que, por razões profissionais, frequentam os corredores do Congresso em Washington e nem sempre conseguem lembrar dos nomes dos congressistas ou reconhecer a fisionomia dos políticos. Com o software, é possível adicionar dados como “cabelos grisalhos, “possivelmente republicano”, “conversando sobre tal assunto”, e assim obter uma lista de resultados que possam, talvez, livrar o usuário de uma saia justa.

Apesar de não tratar propriamente de Direito e Justiça, a página consta na lista dos 100 melhores websites feitos por advogados da Associação Americana de Advogados (ABA), selecionados pelos editores do ABA Journal.

Clique aqui para acessar o site iPhone J.D. e aqui para conferir a lista dos 100 melhores sites "feitos por advogados para advogados" da ABA.

 é correspodente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.

Revista Consultor Jurídico, 14 de novembro de 2010, 8h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/11/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.