Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem brincadeiras

Cervejaria é proibida de vender mamadeira-cerveja

Mamadeira-cerveja - ReproduçãoA cervejaria Anheuser-Busch ajuizou uma ação federal, em Saint Louis, no estado do Missouri (EUA), contra uma empresa do estado de Maryland que vem fazendo fama, entre mães, ao vender mamadeiras cujos recipientes imitam garrafas das cervejas Budweiser e Miller Lite. As informações são do site The Smokin Gun.

A empresa fabricante das mamadeiras que imitam cervejas, a Baby Beer Bottles, retirou do ar neste terça-feira (9/3), por ordem judicial, o site com as ofertas de seus produtos. Ao preço de US$ 20, as mamadeiras-cerveja eram anunciadas como “reutilizáveis, plásticas, laváveis em máquinas de lavar pratos, com bicos reutilizáveis e duráveis”. O site trazia um alerta mordaz. “Se você é um adulto que não pode beber cerveja alcoólica, você não pode comprar estas mamadeiras. Deixe de ler então este site agora!”

Embora o site trouxesse um alerta de que não se propunha a incentivar o consumo de álcool, a cervejaria Anheuser-Busch obteve da Justiça o bloqueio da venda dos produtos, ao alegar que as mamadeiras-cerveja “degradam as associações positivas e conotações prestigiosas” das marcas das cervejas Budweiser e Miller Lite. 

Revista Consultor Jurídico, 10 de março de 2010, 7h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/03/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.