Consultor Jurídico

Concorrente vencedor

RJ sediará evento internacional sobre concorrência

O Rio de Janeiro será a primeira cidade na América Latina a sediar uma conferência da Rede Internacional da Concorrência. A 11ª Conferência Anual da ICN escolheu sua sede na semana passada, na Turquia, durante a 9ª Conferência Anual, que reuniu autoridades de mais de 90 países, além de acadêmicos e profissionais que atuam na área. O Brasil disputou com países como Egito e Polônia. As últimas quatro conferências aconteceram na Turquia, Suíça, Japão e Rússia.

A Rede Internacional da Concorrência foi criada em outubro de 2001 por 14 autoridades de órgãos antitruste do mundo. O objetivo é promover a convergência global em matéria de concorrência e prover um fórum independente e especializado no tema.

Na Conferência da Turquia, o Brasil se destacou nos painéis de defesa da concorrência. A secretária de Direito Econômico, Mariana Tavares de Araújo, participou do painel Trends in Cartel Enforcement and Policy (Tendências da Política de Repressão a Cartéis), ao lado de autoridades de defesa da concorrência da Alemanha, Austrália, Estados Unidos e Japão. 

As ações do Ministério da Justiça para difundir a cultura da concorrência, como a coleção de cartilhas e a campanha nos aeroportos, também foi tema de debate. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica foi representado pelo Conselheiro Olavo Chinaglia, que apresentou painel sobre Agency Effectiveness. Com informações da Assessoria de Imprensa do Ministério da Justiça.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 4 de maio de 2010, 11h04

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/05/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.