Consultor Jurídico

Cenas da detenção

Jornal deve indenizar cineasta por fotos publicadas

O jornal francês Le Parisien foi condenado a pagar uma multa de 3 mil euros ao cineasta Roman Polanski e a sua mulher por ter publicado fotos do casal durante a detenção do diretor na Suíça, a pedido da Justiça dos Estados Unidos. A informação é da Folha Online.

O Tribunal de Grande Instância de Paris considerou que as imagens representaram "um atentado à vida privada" de Polanski e de sua mulher, a atriz Emmanuelle Seigner. No entanto, impôs uma multa bem inferior aos 40 mil euros que o casal pedia. O jornal também foi condenado a publicar a sentença em sua próxima edição.

O Parisien publicou, em 5 de dezembro, três fotos da família no chalé que possuem na estação de esqui suíça de Gstaad, onde Polanski está sob prisão domiciliar. Uma das fotos mostrava o diretor quando chegava ao chalé; na outra, a mulher por trás de uma janela, e, na terceira, o filho do cineasta no jardim.

Com esta sentença, Polanski consegue a primeira vitória judicial na longa batalha que iniciou contra os meios de comunicação que publicaram fotos dele durante sua detenção na Suíça. Polanski aguarda a decisão sobre sua eventual extradição aos EUA, para responder por suposta agressão sexual nos anos 70. 




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 16 de janeiro de 2010, 15h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/01/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.