Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Forças unidas

Aprovado envio de militares brasileiros ao Líbano

O Senado aprovou, na quinta-feira (9/12), a participação do Brasil na Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil). O Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 682/10 autoriza o envio de um oficial general, quatro oficiais superiores e quatro praças, todos da Marinha do Brasil, a fim de integrar o componente maior da Unifil. As informações são da Agência Senado.

As Nações Unidas (ONU) têm atuado na redução dos conflitos entre Líbano e Israel desde 1978. A Unifil, força de interposição entre o Líbano e Israel, tem entre suas missões conceder assistência humanitária à população civil ao longo da fronteira em disputa. Conta com forças militares de diversos países.

Ainda de acordo com a exposição de motivos, a participação do Brasil na missão de paz da ONU no Haiti fez com que o país fosse procurado para eventualmente contribuir com pessoal e equipamentos para a Unifil.

"Ao ajudar a preservar um clima de paz no sul do Líbano, condição necessária para favorecer a retomada do diálogo entre os principais atores, a participação na Unifil ampliaria a ação internacional do país na manutenção da paz e da segurança internacionais e contribuiria para diversificar a experiência das Forças Armadas brasileiras no exterior", argumenta o governo no texto.

A matéria chegou ao Senado em regime de urgência. O relator do projeto, senador Pedro Simon (PMDB-RS), elogiou a iniciativa. “Com muita simpatia vejo o Brasil estender a mão para colaborar, com as suas forças, com o que for possível, para a pacificação daquela região” disse Simon. 

Revista Consultor Jurídico, 10 de dezembro de 2010, 13h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/12/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.