Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Vagas abertas

Prorrogada permanência de desembargadores no STJ

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Ari Pargendler, determinou a prorrogação da permanência no tribunal de três desembargadores convocados, a partir de 1° de janeiro de 2011 até o preenchimento das vagas decorrentes de aposentadorias de ministros.

O desembargador Vasco Della Giustina, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, vai continuar integrando a 2ª Seção e a 3ª Turma, na vaga do ministro aposentado Antônio de Pádua Ribeiro.

Na 3ª Seção e 6ª Turma, o desembargador Francisco Haroldo Rodrigues de Albuquerque, do Tribunal de Justiça do Ceará, continua ocupando a vaga do ministro aposentado Humberto Gomes de Barros.

Continua também na 3ª Seção e 6ª Turma o desembargador Celso Limongi, do Tribunal de Justiça de São Paulo, na vaga decorrente da aposentadoria do ministro Paulo Medina.

A decisão do presidente deverá ser referendada pela Corte Especial do STJ. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

Revista Consultor Jurídico, 8 de dezembro de 2010, 2h55

Comentários de leitores

1 comentário

Ad infinitum

Ricardo Cubas (Advogado Autônomo - Administrativa)

Taí uma boa estratégia do STJ para se descumprir a Constituição Federal com respaldo do próprio STF.
.
Recusar todas as indicações da OAB, daqui até o ano de 2300, e vai prorrogar todas as indicações das vagas destinadas aos pobres advogados.
.
É cada vez maior minha lembrança de uma colocação de minha professora de Processo Civil da faculdade. "Se você não quer ter problemas estomacais, deixe de acompanhar as notícias que vêm do Poder Judiciário. A felicidade impõe que vocês não tomem conhecimento de várias coisas que acontecem lá".
.
Creio que esse episódio é uma dessas notícias. Solicito ao Conjur, em homenagem à felicidade geral da Nação, que deixe de publicar essas notícias quanto às listas da OAB. É muita tristeza.

Comentários encerrados em 16/12/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.