Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem pretendentes

Fracassa leilão do hotel Maksoud Plaza em São Paulo

O leilão do Hotel Maksoud Plaza terminou sem que nenhum lance acima do mínimo de R$ 47,5 milhões fosse dado. O hotel foi a leilão nesta terça-feira (27/5), no Fórum Ruy Barbosa, em São Paulo, para pagar dívidas trabalhistas.

Possíveis compradores acabaram desistindo do negócio em razão de liminar dada, recentemente, pela Justiça do Trabalho que suspendeu os efeitos do leilão. Assim, mesmo que alguém tivesse arrematado o hotel nesta terça-feira, não poderia tomar posse dele. As informações são da Folha Online.

O hotel foi penhorado e levado a leilão por força de uma ação de cobrança de dívida trabalhista com um funcionário. De acordo com o TRT, o dinheiro arrecadado no leilão servirá para pagar essa dívida, cobrada na Justiça desde 1990, e mais outras que tramitam na Justiça do Trabalho de São Paulo.

Ícone do setor hoteleiro na década de 80, o Maksoud Plaza tem 416 quartos divididos em quatro torres. O leilão do Maksoud Plaza evidencia uma crise de hotéis na zona central de São Paulo. O Crowne Plaza, na região da avenida Paulista, foi vendido recentemente à Procuradoria da República do Estado de São Paulo. O o prédio do Hilton Hotel, na avenida Ipiranga, também terá outra função em breve. Ele foi alugado por 54 meses para o Tribunal de Justiça de São Paulo, por R$ 36,1 milhões.

Revista Consultor Jurídico, 28 de maio de 2008, 0h01

Comentários de leitores

2 comentários

será que com o dinheiro da locação do hilton po...

Claudio Pereira (Advogado Autônomo)

será que com o dinheiro da locação do hilton por 54 meses não daria para construir um predio proprio com estrutura para abrigar parte do tj paulista?

CONTRADIÇÕES Como a matéria observa, vários ...

Ticão - Operador dos Fatos ()

CONTRADIÇÕES Como a matéria observa, vários hotéis tradicionais encerrando atividades. Hilton da av Ipiranga, Crowne Plaza, Maksoud. E no entanto, nunca se construiu tanto hotel em SP como nos últimos 10 anos. Só da cadeia francesa Mercure/Formula1 foram só na cidade de São Paulo uns 10 hotéis novos. Formula1 na 9 de Julho, 23 de Maio, Aeroporto, Vergueiro e outros que não lembro. A hotelaria não está em crise. Os hotéis mais antigos, caros, com infraestrutura muito grande, é que estão em crise. O Maksoud tem 6 restaurantes e 5 bares. O Formula1 não tem nenhum. E tem diária de R$79,00. Mudaram os parâmetros.

Comentários encerrados em 05/06/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.