Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Falta sem explicação

Mais de 42 mil eleitores não justificaram ausência em Cuiabá

Levantamento do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso publicado pelo jornal Diário de Cuiabá revela que, do total de 69.633 eleitores que deixaram de votar no segundo turno das eleições municipais de Cuiabá, 42.910 ainda não justificaram a ausência no dia do pleito. Termina na próxima sexta-feira (31/12) o prazo dado pela legislação para explicar a ausência do domicílio eleitoral. Eleitores que deixarem de exercitar o voto, caso não se justifiquem, podem sofrer uma série de sanções.

Com o início do recesso forense, no dia 20 passado, os faltosos devem estar atentos aos horários estabelecidos em calendário aprovado pelo tribunal para o atendimento. O recesso vai até o dia 6 de janeiro. O calendário também alerta os eleitores sobre as datas em que os serviços no órgão estarão suspensos.

Em Cuiabá, o eleitor poderá fazer a justificativa, nesse período, no posto instalado pelo Tribunal Regional Eleitoral, no complexo Ganha Tempo, das 7h às 19h. De acordo com o calendário da corte, o expediente ficará suspenso nos dias 24 e 25 de dezembro e ainda nos de 31 de dezembro e 1º de janeiro.

Quem deixar de justificar o voto por três eleições terá o título eleitoral cancelado.

Revista Consultor Jurídico, 25 de dezembro de 2008, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.