Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dia do Fico

Casa Branca garante que secretário de Justiça fica no cargo

Por 

O secretário de imprensa da Casa Branca, Tony Snow, disse na segunda-feira (19/3) que o secretário de Justiça dos Estados Unidos, Alberto Gonzáles, ficará em seu cargo até o final do mandato do presidente George W. Bush. “Nossa esperança é que ele fique mesmo”, afirmou, em uma tentativa de pôr uma pedra em cima do maior escândalo da história do Ministério Público Federal americano. As informações são do site Findlaw.

Foi adiada para a próxima sexta-feira (23/3) a decisão sobre se Karl Rove deve prestar depoimento referente a demissão de oito procuradores federais. Rove é o principal assessor político do presidente Bush. Na quinta-feira (15/3), a rede ABC News divulgou uma lista de e-mails trocados entre integrantes do governo dos Estados Unidos. Nela, é evidente a intenção de Rove, a partir de janeiro de 2005, de demitir pelo menos 100 procuradores federais. Gonzáles teria concordado com isso como pré-condição para que assumisse seu posto.

A demissão dos oito procuradores federais, de um total de 93, foi anunciada em dezembro de 2006. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou uma série de e-mails e documentos relacionados com a demissão dos fiscais, que, segundo a oposição democrata, teve motivações políticas. Os democratas e dois senadores republicanos exigiram a renúncia do secretário de Justiça.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 20 de março de 2007, 10h21

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.