Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Política de demissão

MP americano decide se assessor de Bush deve prestar depoimento

Por 

O Ministério Público dos Estados Unidos vai tomar uma das mais delicadas decisões de sua história, na segunda-feira (19/3): se Karl Rove deve ou não prestar depoimento sobre a demissão de oito procuradores federais. Rove é o principal assessor político do presidente George W. Bush. Segundo o site Findlaw, o porta-voz da presidência Tony Snow declarou que a Casa Branca e Congresso vão passar esse final de semana negociando a questão.

Na quinta-feira (15/3), a rede ABC News divulgou uma lista de e-mails trocados entre membros do governo dos EUA. Nela é evidente a intenção de Rove, a partir de janeiro de 2005, de demitir pelo menos 100 procuradores federais. O secretário de Justiça dos EUA, Alberto Gonzáles, teria concordado com isso como pré-condição para que assumisse seu posto.

A demissão dos oito procuradores federais, de um total de 93, foi anunciada em dezembro de 2006. O departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou uma série de e-mails e documentos relacionados com a demissão dos fiscais, que, segundo a oposição democrata, teve motivações políticas. Os democratas e dois senadores republicanos exigem a renúncia do secretário de Justiça, Alberto Gonzáles.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 17 de março de 2007, 12h32

Comentários de leitores

1 comentário

No útimo parágrafo, a palavra "fiscais" não é a...

Vladimir Aras (Procurador da República de 1ª. Instância)

No útimo parágrafo, a palavra "fiscais" não é apropriada. "Fiscal" em espanhol significa membro do MP (promotor/procurador).

Comentários encerrados em 25/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.