Consultor Jurídico

Racha ambiental

MP que cria instituto paralelo ao Ibama será analisada pela OAB

A Medida Provisória 366, de 26 de abril, que criou o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, será avaliada pela Comissão de Estudos Constitucionais da OAB. O presidente nacional da entidade, Cezar Britto, aceitou pedido da Associação dos Servidores do Ibama (Asibama) para analisar a MP.

A MP, de acordo com o presidente da Asibama, Jonas Corrêa, fragmenta o Ibama, “promovendo um retrocesso considerável na política ambiental brasileira”. A OAB examinará se a MP é constitucional e se atende requisitos essenciais de urgência e relevância.

Cezar Britto informou que, dependendo das conclusões da Comissão de Estudos Constitucionais, o estudo poderá ser submetido ao Pleno do Conselho Federal em sua próxima sessão, dia 18 de junho. A Comissão tem poderes para recomendar proposta de Ação Direta de Inconstitucionalidade que, antes de ser ajuizada, precisa passar pela apreciação do Conselho Federal.

Ao entregar a Britto as razões dos servidores do Ibama, Jonas Corrêa observou que a MP institui a duplicação de estruturas físicas dessas autarquias e compromete os resultados que a sociedade espera da política ambiental do país.

A Asibama questiona também os critérios de relevância e urgência que determinariam a criação de um órgão da natureza do Instituto Chico Mendes. A associação diz suspeitar que os motivos foram ditados pelas pressões por licenciamento ambiental e o alegado desenvolvimento econômico.

Pelo posicionamento contrário à MP 366, os funcionários do Ibama decretaram greve por tempo indeterminado, a qual foi criticada na entrevista do presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedida esta terça-feira. Para Jonas Corrêa, “a greve é em defesa do país e, como trabalhadores do setor público, não podemos ficar calados diante da fragmentação do Ibama”.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 16 de maio de 2007, 22h15

Comentários de leitores

1 comentário

O que existe em matéria de paralelismo... Puxa ...

Luís da Velosa (Bacharel)

O que existe em matéria de paralelismo... Puxa vida!

Comentários encerrados em 24/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.