Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Remédio vetado

Laboratório reclama que advogados prejudicam pacientes nos EUA

Por 

A companhia farmacêutica Eli Lilly, que responde a mais de mil ações de indenização na Justiça por causa do medicamento Zyprexa, afirmou que advogados americanos estão colocando em risco a vida de pessoas que precisam do medicamento. As informações são do site Findlaw.

Pesquisa feita pelo laboratório revela que 402 psiquiatras entrevistados, que tratavam pacientes bipolares e esquizofrênicos, confessaram que seus pacientes abandonaram o medicamento, mesmo sob risco, porque haviam escutado algum advogado falar mal do Zyprexa.

No início de 2007, a companhia farmacêutica Eli Lilly fez acordos judiciais com 18 mil pacientes que alegaram ter contraído diabetes com a ingestão do medicamento. Zyprexa que é um anti-psicótico receitado para quem sofre de esquizofrenia. A empresa já havia feito acordos em cerca de oito mil ações, no valor de US$ 700 milhões, em 2005. Mas ainda estão pendentes 1,2 mil ações.

A porta-voz do laboratório, Carole Puls, classificou os advogados de todos os Estados Unidos que moveram as ações como culpados por terem feito centenas de pacientes a abandonar o tratamento, o que pode ser letal para eles.


 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 18 de junho de 2007, 0h00

Comentários de leitores

1 comentário

Ideais são metais que não se fundem a não ser n...

Band (Médico)

Ideais são metais que não se fundem a não ser no cadinho dos interesses! O que entende advogado de pacientes e doentes, a não ser a oportunidade de lucrar com os mesmos?

Comentários encerrados em 26/06/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.