Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tortura psicológica

Carrefour é condenado por acusação infundada de furto

Por falsa acusação de furto e por ter mantido uma ex-funcionária em cárcere privado, o Carrefour terá de pagar R$ 20 mil de indenização por danos morais. A decisão é da 60ª Vara da Justiça do Trabalho de São Paulo. Cabe recurso.

Para o juiz, Rui Cesar Publio B. Correia, atitudes que atinjam a imagem do trabalhador ou que se traduza em desprezo a sua honra, acaba por afetar sua vida profissional e pessoal.

A ex-funcionária — representada em juízo pelo advogado Ademar Gomes — foi acusada de furtar R$ 50. Apesar de grávida, foi levada por dois seguranças a uma sala e lá permaneceu por quatro horas. Foi ameaçada e humilhada para confessar o furto. Posteriormente, foi constatado que houve um erro contábil e que a ex-funcionária não tinha culpa pelo sumiço do dinheiro.

Revista Consultor Jurídico, 15 de junho de 2007, 15h42

Comentários de leitores

4 comentários

Não é só o Carrefour que tem esse comportamento...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Não é só o Carrefour que tem esse comportamento, pois, nos atacadistas TENDA e SANS CLUB após você pagar e ser liberado pelo CAIXA você é parado na saída da loja para conferencia dos produtos que você esta levando com a nota fiscal, ou seja, é uma REVISTA INDIRETA e constrangedora.

BOICOTE A ESSA EMPRESA!

Armando do Prado (Professor)

BOICOTE A ESSA EMPRESA!

Mas, é um absurdo o que acontece com essa empre...

Armando do Prado (Professor)

Mas, é um absurdo o que acontece com essa empresa fracesa! Até quando vamos tolerar? Proponho que se comece uma campanha nacional de boicote a esses irresponsáveis. MP até quando v. vão ficar simplesmente olhando? Se bem me lembro, o MP defende interesses difusos e coletivos, bastando que o interesse público esteja sendo atingido (é o caso!).

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 23/06/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.