Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Canal com a Justiça

Ouvidoria do TJ-SP recebe mais reclamações em janeiro

A Ouvidoria do Tribunal de Justiça de São Paulo recebeu em janeiro 842 manifestações. O número aumentou em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram recebidas 584. Do total recebido, 65% foram reclamações, 26% pedidos de informação, 3% sugestões e o restante de outros tipos. Cerca de 90% delas chegaram pelo site do tribunal .

A média diária foi de 30 atendimentos. O anonimato das manifestações não é permitido, mas o sigilo é assegurado (78% pediram o sigilo). Desde sua instalação, em abril de 2004, a Ouvidoria já recebeu mais de 23 mil manifestações.

A Ouvidoria é mais um canal de comunicação do Tribunal de Justiça voltado para advogados, jurisdicionados, magistrados e funcionários, que podem contribuir com a sua opinião.

Todas as manifestações são encaminhadas aos departamentos competentes para que tomem as providências necessárias. Alguns assuntos abordados no mês passado foram o atendimento em cartórios de 1ª instância, processamento de recursos e o arquivo terceirizado. O ouvidor do Tribunal de Justiça de São Paulo no biênio 2006/2007 é o desembargador aposentado Paulo Sunao Shintate.

A Ouvidoria fica no Palácio da Justiça (Praça da Sé, s/nº, sala 502 - Cep. 01018-010), no centro da capital paulista. As manifestações também podem ser feitas por carta, pessoalmente ou pelo fax (11) 3241-2297.

Revista Consultor Jurídico, 15 de fevereiro de 2007, 0h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/02/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.