Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Campanha eleitoral

TRE-SP multa Fernando Capez por propaganda irregular

O promotor e deputado estadual eleito Fernando Capez (PSDB) foi multado em R$ 3 mil pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo. Capez foi punido por ter colocado cavaletes no gramado da Praça Armando Sales de Oliveira, em São Paulo, durante a campanha eleitoral. A ação foi proposta pelo Ministério Público Eleitoral. Cabe recurso.

No dia 7 de novembro, o Tribunal Superior Eleitoral validou a candidatura de Capez e sua eleição. O MP pediu a impugnação da candidatura por ele ser promotor. O TSE concluiu que membros do Ministério Público que entraram na instituição antes da promulgação da Constituição podem exercer atividade político-partidária.

O promotor recebeu 95 mil votos no estado e toma posse na Assembléia Legislativa em fevereiro.

Representação 16.565

Saiba como buscar eficiência e rentabilidade para seu escritório no Seminário Os Rumos da Advocacia para 2007.

Revista Consultor Jurídico, 14 de novembro de 2006, 19h27

Comentários de leitores

2 comentários

Ué, ele não havia sido retirado da lista de ele...

A.C.Dinamarco (Advogado Autônomo)

Ué, ele não havia sido retirado da lista de eleitos porque não se afastou do MP, no tempo em que a lei eleitoral determina ??? Ora, ora, ora !!!!! acdinamarco@adv.oabsp.org.br

QUE BELO EXEMPLO DO PROMOTOR PÚBLICO!!O RESPEIT...

gilberto prado (Consultor)

QUE BELO EXEMPLO DO PROMOTOR PÚBLICO!!O RESPEITO A LEGISLAÇÃO ELEITORAL E UM DEVER DE TODOS OS CANDIDATOS.O MINISTERIO PÚBLICO, COM O ENVOLVIMENTO PARTIDÁRIO, ACABA SENDO UM ORGÃO TOTALMENTE PARCIAL EM SEUS PROCEDIMENTOS.A EMENDA CONSTITUCIONAL 45, NÃO FOI RESPEITADA PELO TSE, PORTANTO, A CONSTITUIÇÃO, DEVERIA SER COLOCADA EM PORTA DE BANHEIRO DE ESTRADA

Comentários encerrados em 22/11/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.