Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dou-lhe uma

Marca Gazeta Mercantil vai a leilão nesta terça-feira

Por 

A Justiça de São Paulo leiloa nesta terça-feira (16/5) a marca Gazeta Mercantil. O leilão está marcado para as 14h e o valor mínimo para o arremate é de R$ 200 milhões. Caso a marca não seja vendida, irá novamente a leilão no dia 30 de maio. E, nesse caso, é levada pelo maior lance, desde que o valor não seja irrisório.

O leilão da marca Gazeta Mercantil foi determinado pela 30ª Vara Cível do Fórum Central de São Paulo num processo de execução de título extrajudicial movido pela empresa Problem Solver Consultoria & Comunicações. Segundo o advogado da credora, Carlo Frederico Muller, a marca será leiloada porque a Gazeta descumpriu acordo judicial feito em novembro passado.

A defesa da Gazeta Mercantil alega que há uma desproporção entre o valor da marca e do débito, que giraria em torno de R$ 1 milhão. E afirma que “haverá resistência à realização do leilão”.

Aperto de contas

Em 2004, a Gazeta Mercantil chegou a ter sua falência decretada pela 8ª Vara Cível de São Paulo a pedido da Samab Cia. Industrial e Comércio de Papel, por uma dívida de cerca de R$ 300 mil. A falência, contudo, foi derrubada pelo Tribunal de Justiça paulista.

No ano passado, a 4ª Câmara de Direito Privado do TJ reconheceu que o crédito já havia sido liquidado antes mesmo do decreto de falência e a empresa credora não teria sido regularmente citada.

Leilão — Processo 03.089309-9

 é chefe de redação da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 12 de maio de 2006, 17h10

Comentários de leitores

2 comentários

Parabéns ao TJ que, pelo menos desta vez, tomou...

Augusto J. S. Feitoza (Estudante de Direito)

Parabéns ao TJ que, pelo menos desta vez, tomou a decisão acertada. Tudo deve ser feito para preservar os poucos representantes da imprensa responsável que ainda restam em nosso país. O desaparecimento da Gazeta Mercantil seria uma grande perda para o jornalismo sério, honesto, responsável e imparcial.

Dijalma Lacerda. Só temos a lamentar. Ist...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Dijalma Lacerda. Só temos a lamentar. Isto mesmo, lamentar, tamanha a importância do Jornal. Hoje é a Gazeta Mercantil, amanhã será a Varig, depois do amanhã a Petrobrás, e assim por diante, num país onde a taxa de juros é a maior do mundo. Parabéns aos nossos governantes ! Dijalma Lacerda.

Comentários encerrados em 20/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.