Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Quadro completo

Ministro Carlos Ayres Britto toma posse no TSE

O ministro Carlos Ayres Britto é o mais novo membro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral. Com a sua entrada, a composição do TSE está completa. Ele foi eleito no último dia 3 de maio para ocupar a vaga deixada pelo ministro Gilmar Mendes, que assumiu a vice-presidência do Supremo Tribunal Federal, em abril deste ano. A cerimônia de posse foi realizada nesta quinta-feira (11/5).

Nascido na cidade de Propriá, em Sergipe, Carlos Ayres Britto tem 63 anos e cinco filhos. Em 1966, se formou em Direito pela Universidade Federal de Sergipe. Depois, se especializou em Direito Público e Privado e se fez mestre em Direito do Estado pela PUC-SP. O ministro recebeu título de doutor em Direito Constitucional também pela PUC paulista.

Ao longo da carreira, o ministro exerceu o magistério em várias universidades, inclusive dando aula nos cursos de graduação e pós-graduação. Também exerceu a advocacia e alguns cargos públicos em Sergipe, como o de consultor-geral do estado, procurador-geral de Justiça e procurador do Tribunal de Contas. Em junho de 2003, foi nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal, ocupando a vaga aberta com a aposentadoria do ministro Ilmar Galvão.

Poeta, o ministro Carlos Ayres Britto é membro da Academia Sergipana de Letras e já publicou cinco livros de ficção.

Conforme o artigo 119 da Constituição Federal, a composição do TSE é feita a partir da eleição, por meio de voto secreto, de três juízes dentre os ministros do Supremo Tribunal Federal; outros dois juízes dentre os ministros do Superior Tribunal de Justiça e, ainda, por nomeação do presidente da República, de dois juízes dentre seis advogados indicados pelo Supremo.

Revista Consultor Jurídico, 11 de maio de 2006, 20h11

Comentários de leitores

1 comentário

É UM DOS POUCOS MINISTROS DO JUDICIÁRIO PARA TE...

Pirim (Outros)

É UM DOS POUCOS MINISTROS DO JUDICIÁRIO PARA TER O MÉRITO DE ATUAR NO TSE SEM A MANIPULAÇÃO DE DETERMINADA "CASTAS DE POLITICOS". EMBORA A LESGISLAÇÃO SEJA OMISSA, NO CASO DE PUNIÇÃO, PARA "GRANDES POLITICOS"!!!! O QUE É UMA PENA!!!!!!

Comentários encerrados em 19/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.