Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caso Papatudo

Credores do Papatudo têm até 14 de agosto para contestação

Por 

Termina dia 14 de agosto o prazo para contestação do quadro de credores da Interunion Capitalização. A lista elaborada pela Superintendência de Seguros Privados inclui os detentores de títulos da Loteria Papatudo.

De acordo com levantamento da autarquia, o valor total dos débitos é de R$ 28 milhões. Desde total, R$ 6 milhões abrangem 98% das pessoas físicas e jurídicas com créditos a receber das empresas que pertenciam ao empresário Artur Osório Marques Falk, preso semana passada no Rio. A ordem de detenção partiu do Ministério Público Federal.

Findo o prazo para interpelação do quadro, onde constam nomes e valores de quem perdeu dinheiro fazendo negócio com o grupo, o processo de liquidação terá início envolvendo a quitação de débitos do Papatudo, mais dívidas trabalhistas, fiscais e previdenciárias. Aliás, estas duas últimas vêm sendo questionadas na Justiça pela Susep. Com ex-empregados a dívida chega a R$ 1 milhão. Parte do crédito poderá ser pago ainda este ano, na previsão dos dirigentes da autarquia.

No Rio, este mês, o Tribunal Regional Federal condenou Artur Falk a nove anos e dois meses de prisão, por crimes contra o sistema financeiro. Junto com ele foi punido a cinco anos de reclusão Pedro Góes, o diretor da Interunion Capitalização que administrava a loteria. Na primeira instância, eles haviam sido condenados com penas superiores — dez anos de cadeia para cada um.

 é jornalista.

Revista Consultor Jurídico, 31 de julho de 2006, 11h35

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/08/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.