Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Verdade no espelho

Justiça do Rio condena empresa por aplique de cabelo falso

A 2001 Hair Comércio do Cabelo foi condenada a indenizar Ana Cláudia Fontineli Soeiro em R$ 3,5 mil por danos morais. Motivo: Ana pagou R$ 200 para fazer um aplique de cabelo humano e liso. Depois de lavar o aplique, notou que ele ficava volumoso e crespo. Também percebeu que se trava de um cabelo artificial.

A decisão é do juiz Sérgio Wajzenberg, da 2ª Vara Cível do Rio de Janeiro. “Não há dúvida de que tal produto não é facilmente identificado pelo usuário comum. Também não há dúvida de que após ‘colocar’ o produto, este apresentou problemas e a cliente ficou perturbada com tal fato”, afirmou.

A 2001 Hair Comércio do Cabelo terá ainda de entregar a Ana Cláudia um aplique de cabelo humano e liso num prazo de até 30 dias. Cabe recurso.

Revista Consultor Jurídico, 10 de julho de 2006, 17h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/07/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.