Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Volta ao trabalho

Acaba a greve de três meses dos Defensores Públicos da União

Depois de três meses parados, defensores públicos da União decidiram retomar atendimento ao público em todo o país nesta quarta-feira (5/7). O término da paralisação ocorre logo após a edição, na última sexta-feira (30/6), de Medida Provisória que concedeu aumento de salários para a categoria e criou 169 cargos na instituição. Por dia, em todo o Brasil, mais de mil pessoas deixaram de ser atendidas por conta da greve dos servidores públicos. Ou seja, cerca de 100 mil pessoas carentes foram impedidas de ter acesso à Justiça e de reclamar seus direitos.

Com os novos cargos criados, sobe para quase 300 o número de Defensores Públicos da União. Para o presidente da ANDPU — Associação Nacional dos Defensores Públicos da União, Holden Macedo, o número ainda é pequeno para atender a todos os brasileiros que recebem menos de dois salários mínimos (em torno de 90 milhões).

Medida Provisória editada pelo governo Federal deu um reajuste aos defensores abaixo do que eles esperavam. Antes do aumento, um defensor público da União e m início de carreira recebia R$ 8,5 mil. "Embora insatisfeitos com o tratamento do governo federal em relação aos nossos subsídios, optamos por retomar o atendimento ao público, pra que ele não fique ainda mais prejudicado", explica Macedo.


Revista Consultor Jurídico, 4 de julho de 2006, 19h32

Comentários de leitores

1 comentário

não fez a menor falta !!

siqueira (Outros)

não fez a menor falta !!

Comentários encerrados em 12/07/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.