Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cachorrada no shopping

Moçambicanos reclamam de embaixadora do Brasil

“Retaliação contra o rigor adotado na concessão de vistos” Este pode ter sido um dos motivos para o jornal de Moçambique Zambeze acusar a embaixadora do Brasil em Maputo Leda Lúcia Martins Camargo de insultar dois seguranças de um shopping da capital moçambicana.

Segundo o jornal, a diplomata brasileira foi barrada por seguranças ao tentar entrar no shopping Shoprite com seu cãozinho chiuaua de estimação. De acordo com o jornal Leda camargo chamou os funcionários do shopping de “porcos”,.e afirmou que seu cachorro “era mais limpo do que Maputo e do que os moçambicanos”. Com informações do Correio Braziliense.

A diplomata confirmou o incidente, mas negou as ofensas. Leda disse que não queria entrar no shopping já que estava apenas passeando com seu cachorrinho pelo estacionamento ao ar livre do shopping. Leda Camargo, diz que ela foi insultada pelos funcionários do shopping que tentaram agredir a chutes seu cachorro.

As desavenças entre a embaixadora e a comunidade não são novidade. Segundo informações da Agência Efe, funcionários moçambicanos da embaixada entraram com ação na Justiça para garantir um tratamento mais cordial por parte da embaixadora.

Em entrevista ao jornal Zero Hora de Porto Alegre, a embaixadora afirmou que está sendo perseguida porque contraria interesses escusos na concessão de vistos. Segundo a embaixadora haveria também uma campanha contra a embaixadora do Estados Unidos e o representante da ONU no país.


Revista Consultor Jurídico, 15 de agosto de 2005, 15h27

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/08/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.