Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Batalha jurídica

Dono da Mendes Júnior conta história da empresa no Iraque

“Quebra de contrato -- O pesadelo dos brasileiros.” Este é o título do livro escrito por Murillo Vale Mendes, dono da construtora Mendes Júnior, e Leonardo Attuch, jornalista. A obra trata da história da empresa no Iraque na década de 70 e 80, época em que Mendes conquistou contratos bilionários.

A batalha jurídica entre a Mendes Júnior, o Banco do Brasil e a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) por quebra de contrato é contada no livro. O entreve jurídico dura mais de 10 anos. As decisões judiciais sinalizam que o dono da construtora deve receber mais de US$ 30 bilhões.

O livro narra, também, como a Mendes Júnior foi impedida pelo governo brasileiro de sair do país de Saddam Hussein durante os conflitos como Guerra do Golfo, por exemplo. Depoimentos de ex-ministros e de funcionários de carreira que passaram por grandes companhias mostram como a empresa se transformou em vítima de quebras de contratos por parte do Poder Público.

O tributarista Ives Gandra Martins disse que “o que a Mendes Júnior busca é simplesmente fazer com que, num Estado de Direito, prevaleça a Justiça”. O ex-ministro da Fazenda, Antônio Delfim Netto, afirmou: “O caso Mendes Júnior é a maior pendência judicial do País porque o governo sempre se recusou a enfrentar as conseqüências de seus atos”.

Clique aqui para conhecer o site sobre o livro

Revista Consultor Jurídico, 11 de outubro de 2004, 14h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/10/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.