Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem barreiras

Deficiente visual é contratado para fazer estágio em escritório

Após vários meses de busca por um estágio, o estudante de Direito Genival Silva Santos, de 24 anos, foi contratado pelo escritório de advocacia Peixoto e Cury, de São Paulo.

Deficiente visual desde os 17 anos, Santos atua na área trabalhista do escritório e desenvolve suas funções normalmente, graças à força de vontade e a um software que transforma textos em sons.

Aluno do segundo ano do curso de Direito da PUC de São Paulo, Santos conta que o preconceito do mercado de trabalho é perverso com os deficientes visuais. “Várias vezes perdi vagas para pessoas que claramente tinham conteúdo igual ou inferior ao meu”, diz. (Assessoria de Imprensa)

Revista Consultor Jurídico, 28 de abril de 2004, 13h35

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/05/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.